OPINIÃO

Bettina, comunicação vendedora e investimentos jornalísticos

bettina - artigo de thiago s. gomide
Bettina: garota-propaganda milionária da Empiricus (Imagem: reprodução/YouTube)

Em artigo para o Portal Comunique-se, o jornalista Thiago S. Gomide cita o caso Bettina. Ele chama a atenção para o fato de agências de investimentos estarem colocando dinheiro em ações de comunicação e até em projetos jornalísticos

A Bettina saiu de mil e poucos reais para R$ 1 milhão em três anos. 11 milhões de views teve o vídeo com ela confidenciando isso – e estimulando a entender a fórmula mágica. O que considero mais interessante desse negócio é que chegou com toda força a briga de produção de conteúdo por donos de agências (bancos) de investimento/treinamentos.

Há algum tempo, a XP Investimentos, hoje do Itaú, comprou o InfoMoney. O negócio é influenciar opinião. O resto vem no barco. Há algum tempo, a Empiricus, a empresa que a Bettina trabalha e viu o milagre acontecer, investiu no Antagonista. Vejo pouca gente trazendo isso para a conversa. Dá uma pauta gigantesca.

Esse movimento não é novo no Brasil, dirá lá fora. Nos Estados Unidos, na Inglaterra e no Japão, diversos grupos de investimentos em bolsa deslancham uma bolada em informação. Há, inclusive, como era de se esperar, briga por cliques. Cliques não garantem retorno, mas aumentam o alcance. O buzz. Algoritmo, baby.

Voltando à Bettina

Daí voltamos à Bettina. Ela abre a história dizendo que o tempo não está ao lado dela. Alguém que lucra R$ 1 milhão em três anos jamais deveria dizer isso. Convenhamos. Piadinha à parte, ela tem razão. Algum outro grupo vai gerar uma nova Bettina, que provavelmente irá dizer que ganhou R$ 5 milhões em duas semanas.

Quer saber? Basta pagar o curso. Os cinco segundos do comercial do YouTube são fichinhas. Bettina precisa vender. Reter. Encantar. E ser mais eficiente que a concorrência.

No Brasil, menos de um milhão de brasileiros investe na bolsa de valores. Esse número é péssimo, se compararmos com países vizinhos, como Chile e Colômbia. Gringos pesados? Nem pensar. Bettina, querendo muito, estimula o pensar sobre o ganho naquela que passou dos 100 mil pontos nesta semana e bateu recorde.

Os bancos de investimentos nos Estados Unidos, na Inglaterra, no Japão… e no Brasil precisam que esse número cresça. Por isso, treinam, informam e vendem.

O Jornal do Brasil impresso foi para a lona novamente. Omar Catito Peres vociferou que informação em papel não existe mais. Resultado: 20 jornalistas foram demitidos. Mas… dá-lhe Bettina.

***** ***** ***** ***** ******

Por Thiago S. Gomide. Jornalista formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Idealizado do projeto Tá Na História e coordenador de projetos da MultiRio.

Tags

SOBRE O AUTOR

Leitor-Articulista

Leitor-Articulista

Espaço aberto para a veiculação de artigos produzidos pelos usuários do Portal Comunique-se. Para ter seu conteúdo avaliado pela redação, com possibilidade de ser publicado na seção 'Opinião', envie e-mail para jornalismo@comunique-se.com.br, com “Leitor-articulista” no assunto.

COMENTAR

COMENTAR

Prêmio Comunique-se