Portal Comunique-se

CEIVAP mantém ações e projetos em andamento

Com a pandemia e a impossibilidade da realização de reuniões e eventos presenciais, o Comitê se adaptou para cumprir sua agenda e plano de atividades

Compartilhe

19/8/2020 –

Com o cenário da pandemia do novo coronavíus, o país se adaptou a uma nova realidade. O Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (CEIVAP), encontrou na crise uma oportunidade de se reinventar, mais uma vez, e avançar com o apoio da tecnologia, mantendo o compromisso com a gestão integrada e participativa na bacia do rio Paraíba do Sul. A situação gera reflexões e também convicções quanto a importância da água, seus usos e a gestão acerca desse recurso.

Além de promover e participar de eventos on-line, o Comitê se estruturou ao longo dos meses para realizar todas as suas reuniões de Câmara Técnica e Grupos de Trabalho por videoconferência. A equipe da AGEVAP, secretaria executiva do Comitê, continua no apoio técnico-operacional ao CEIVAP, dando continuidade às ações e projetos previstos em seu planejamento. Desde 2014, o Comitê já havia adotado essa modalidade para realização das reuniões frequentes do Grupo de Trabalho Permanente de Acompanhamento da Operação Hidráulica na bacia do rio Paraíba do Sul (GTAOH).

Hoje, os representantes do CEIVAP tem se reunido regularmente para discussões acerca do Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia, estudos da cobrança pelo uso da água na bacia, a consolidação das novas diretrizes para a execução do Projeto Mananciais e, também, de projetos na linha de educação ambiental.

Entre as atribuições, debater em um instância mais específica e técnica assuntos relacionados a gestão de recursos hídricos na Bacia do Rio Paraíba do Sul e articular a atuação das entidades integrantes do sistema.

Atuação do CEIVAP na bacia
Criado pelo Decreto Federal nº 1.842, de 22 de março de 1996, CEIVAP é o parlamento no qual ocorrem os debates e decisões descentralizadas sobre as questões relacionadas aos usos múltiplos das águas da bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul. O Comitê é constituído por representantes dos poderes públicos, dos usuários e de organizações sociais com importante atuação para a conservação, preservação e recuperação da qualidade das águas da Bacia.

Instâncias do Comitê
Para subsidiar o desenvolvimento das atividades e auxiliar os processos de tomada de decisão, o Comitê conta com uma Câmara Técnica Consultiva (CTC). Devido a diversidade dos temas tratados no âmbito do Comitê, foram criados Grupos de Trabalho específicos: Grupo de Trabalho de Articulação Institucional (GTAI), Grupo de Trabalho Permanente de Acompanhamento da Operação Hidráulica na bacia do Paraíba do Sul para atuação conjunta com o Comitê Guandu (GTAOH), e Grupo de Trabalho de Segurança de Barragens (GTSB), Grupo de Trabalho Mananciais (GT Mananciais), (GT-Macrófitas), Grupo de Trabalho Educação Ambiental, Mobilização e Comunicação (GTEAMC), Grupo de Trabalho para Acompanhamento da Revisão do Plano de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (GT Plano).

Website: http://www.ceivap.org.br

Compartilhe
0
0

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

Publicidade

Papo de Redação

Prêmio 2021

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata

Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata