COMUNICAÇÃO

CNN Brasil fecha parceria de conteúdo com a Reuters

cnn brasil - reuters
(Imagem: divulgação)

Agência internacional de notícias irá fornecer conteúdo para o veículo de comunicação brasileiro. Acordo entre Reuters e CNN Brasil foi divulgado nesta terça-feira

Um mês após confirmar acordo com a Claro TV, maior operadora de televisão por assinatura do país, a CNN Brasil firma outra parceria antes mesmo de entrar no ar. Com previsão de entrar no ar para valer na telinha e nos ambientes virtuais a partir de março do próximo ano, o projeto hard news contará com conteúdos fornecidos diretamente por uma das principais agências internacionais de notícias. A responsável por essa divulgação de material será a britânica Reuters.

Leia mais:

Ao usar os canais que mantém nas redes sociais para divulgar a parceria, a CNN Brasil faz questão de destacar que as notícias vindas da Reuters não irão se restringir a televisão. A marca pontua que os materiais da agência internacional estará presente nas plataformas digitais. O ambiente virtual, por sinal, tem sido importante campo de investimento por parte do projeto jornalístico. Com perfis já ativos no Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter, a marca contará com site oficial e canal no YouTube — que deverão, inclusive, contar com conteúdos exclusivos.

O acordo CNN Brasil & Reuters prevê uma parceria com recursos multimídia. De acordo com o futuro veículo de comunicação do país, a agência internacional de notícias fornecerá textos, imagens e “outros conteúdos”. Dessa forma, a futura emissora de televisão terá, por exemplo, acesso a sinais de transmissão ao vivo. O compartilhamento dos materiais ao vivo serão compartilhados para a equipe da CNN Brasil por meio da plataforma denominada Reuters Connect.

Pensando no público

Sem comentar os valores envolvidos na negociação para contar com os conteúdos vindos da Reuters a partir de 2020, a equipe da CNN Brasil afirma que o acordo foi pensado em oferecer o melhor trabalho para seus futuros telespectadores e internautas. “O trabalho conjunto das marcas globais possibilitará a entrega ao público brasileiro de cobertura jornalística ampla com a mundialmente reconhecida credibilidade de ambas as empresas”, afirma a empresa por meio de postagem nas redes sociais.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR