COMUNICAÇÃO

“Começa a ser patológico”, diz Guzzo sobre Veja ter excluído suas colunas

blog - fatos - veja - josé roberto guzzo
Blog 'Fatos' foi descontinuado e apagado pela equipe da Veja. Página apresentava as colunas de José Roberto Guzzo. (Imagem: reprodução/Veja.com)

Colunista deixou a publicação na última semana. “Apagado” do site, José Roberto Guzzo critica postura da direção da Veja

José Roberto Guzzo não sabia que a página ‘Fatos’ foi sumariamente excluída do site da Veja, informação destacada em primeira mão pela reportagem do Portal Comunique-se na semana passada. A seção apresentava aos internautas os artigos escritos pelo jornalista especialmente para a versão impressa do título. Ao ser avisado do caso por Mario Sabino, criador de O Antagonista, ele criticou tal decisão.

Leia mais:

“Que mal poderia haver nessas colunas já publicadas? Por que tanto ódio contra alguém que não fez absolutamente nada contra a revista na qual trabalhou durante 51 anos?”, questionou Guzzo por meio de sua conta no Twitter. Colunista desde 2008, ele integrou a equipe que ajudou a fundar a Veja. Chegou, inclusive, a ser o número 1 de seu jornalismo. “Aí já começa a ser patológico. Mostra o tamanho moral dessa gente”, prosseguiu.

Na mensagem divulgada pela rede social, Guzzo não citou nomes. Seu recado, contudo, foi direcionado ao comando da revista mantida pela Editora Abril. Desde maio, Mauricio Lima é o responsável pela diretoria de redação do veículo de comunicação. Vale destacar que Guzzo é — até o momento – o diretor de redação mais longevo da história do impresso. O experiente jornalista ocupou o o cargo de 1976 a 1991.

guzzo - veja - fim de coluna
(Imagem: reprodução/Twitter)

Colunas apagadas

Na última terça-feira, 15, José Roberto Guzzo tornou pública a sua saída da Veja. Ao responder um internauta que sentiu falta de sua coluna na revista, ele avisou que teve um artigo vetado. O texto em questão apresentava críticas aos integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF). Com o desfecho da parceria profissional, os responsáveis pela Veja excluíram de forma sumária da internet todas as colunas assinadas pelo comunicador. Então presentes na página ‘Fatos’, os conteúdos já não poderiam ser lidos na quinta, 17.

O caso envolvendo a exclusão da página com a coluna de Guzzo chama a atenção quando comparado com outros casos de saídas da Veja. Ele anunciou que estava fora da revista e teve seu histórico de colaboração apagado dois dias depois. Decisão que não se aplica até o momento a Reinaldo Azevedo. O acervo do blog assinado por ele, que não recebe atualizações desde maio de 2017, segue disponível para leitura. O mesmo ocorre com o ‘Sobre Palavras’, de Sérgio Rodrigues. Com o último texto publicado em setembro de 2015, o blog segue no ar.

Até o momento, a direção da Veja não se posicionou publicamente em relação à saída do jornalista José Roberto Guzzo do seu quadro de colaboradores. A revista semanal da Editora Abril também não explicou as razões que a levaram a excluir a página que divulgava os artigos escritos pelo colunista.

Tags

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR

Prêmio Comunique-se