COMUNICAÇÃO

Correspondentes da CNN Brasil cumprem quarentena em Londres

Denise Odorissi e Flávia Duarte da CNN Brasil - quarentena em Londres
A correspondente Denise Odorissi. Ela e Flávia Duarte estão em período de quarentena. (Imagem: reprodução/CNN Brasil)

Denise Odorissi e Flávia Duarte seguem recomendações das autoridades britânicas

Período de quarentena das jornalistas da CNN Brasil ocorre após viagem à Itália para produção de reportagem especial

Contratadas pela CNN Brasil, duas jornalistas baseadas em Londres estão com suas agendas profissionais comprometidas pelos próximos dias. Durante a edição desta quinta-feira, 19, do ‘Novo Dia’, o âncora Reinaldo Gottino avisou que Denise Odorissi e Flávia Duarte terão de cumprir período de quarentena preventiva. Determinação que, segundo o apresentador, foi imposta por autoridades do Reino Unido. Assim como em outros países, por lá há políticas contra a disseminação do coronavírus.

Leia mais:

Ao interagir com Reinaldo Gottino na manhã de hoje, Flávia Duarte explicou que não apresenta sintomas do Covid-19. O mesmo ocorre com a sua colega de CNN Brasil em Londres. “Presa” em sua própria casa na capital britânica, ela usou o Skype para participar do telejornal e explicar a situação do país no combate à proliferação da doença que atinge centenas de milhares de pessoas em todo o mundo. Só no Brasil, são mais de 600 casos e sete mortes confirmadas em decorrência do coronavírus.

Flávia Duarte, que é produtora, e a repórter Denise Odorissi estão cumprindo período de quarentena após viagem à Itália. Viagem que resultou na primeira reportagem especial produzida pela própria exibida pela CNN Brasil. As correspondentes internacionais foram à Lombardia, região da Itália que se tornou o epicentro do coronavírus na Europa. A dupla mostrou como está o país que, naquela ocasião, contabilizada mais de 21 mil infectados e 1,4 mil mortes. Com direito a destaque na internet, o conteúdo foi exibido na noite de domingo, 15, dia da estreia do canal brasileiro.

Mais home office

As correspondentes Denise Odorissi e Flávia Duarte não estão sozinhas no time da CNN Brasil que irá trabalhar de casa ao decorrer dos próximos dias. Aos 67 anos, o que o coloca no alardeado grupo de risco em relação ao coronavírus, William Waack deixará momentaneamente de dar expediente na redação da emissora na Avenida Paulista, em São Paulo. Conforme divulgado em primeira mão por Flávio Ricco no UOL, o experiente jornalista seguirá no comando do ‘Jornal da CNN’. Trabalhará, porém, diretamente da estrutura montada pela equipe do veículo em sua casa.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR