COMUNICAÇÃO

Empresa é condenada por uso indevido da imagem de Patrícia Poeta

imagem - patrícia poeta - processo
(Imagem: Reprodução/Facebook)

A jornalista Patrícia Poeta será indenizada em R$ 30 mil pela empresa Nutreo Comércio Produtos Homeopáticos, que utilizou indevidamente a imagem da profissional em divulgação do emagrecedor Cactinea. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira, 25, pelo juiz Mauro Nicolau Júnior, da 48ª Vara Cível do Rio de Janeiro. As informações são do Estadão.

Na terça-feira, 22, a apresentadora do programa ‘É de Casa’, da TV Globo, publicou desabafo em seu Instagram, falando sobre o uso de sua imagem na publicidade do produto. Patrícia entrou com processo contra a empresa por propaganda enganosa e afirmou jamais ter consumido o emagrecedor.

“De uns tempos pra cá, tenho recebido milhares de mensagens e perguntas de muitos de vocês, já que tem gente se aproveitando e usando minha imagem na internet pra vender remédios pra emagrecer. Não tomei Cactinea e nenhum desses produtos ditos ‘milagrosos’”, declarou a jornalista.

Além de pagar indenização, a decisão determina que a empresa publique retratação em jornal de grande circulação, e na página oficial no Facebook. O conteúdo deverá informar que a apresentadora não adquiriu ou utilizou o emagrecedor nem autorizou o uso da imagem dela na vinculação do produto.

Patrícia comemorou a decisão nas redes sociais, afirmando que “assim evitamos que esse tipo de conduta ilícita se perpetue na internet, lesando o consumidor brasileiro”. Ela informou, ainda, que o dinheiro da indenização será doado para instituição carente.

Em entrevista ao UOL, o advogado da Nutreo Comércio Produtos Homeopáticos, Carlos Arthur Ferrão Junior, declarou que a empresa é tão vítima de uso indevido de imagem quanto a jornalista e criticou a decisão. Para ele, a audiência era um ambiente de conciliação, porém, o juiz levou pronta sua decisão “completamente em descompasso com a legislação, inclusive contraditória”.

“No meio da publicidade digital, é muito comum vincular a imagem de um famoso a um produto. O nome Catinea é uma marca, só que o pessoal monta sites nacionais e vende produtos mais baratos com o mesmo nome. Não existe nenhuma ligação da nossa empresa com o ocorrido. Nós, na verdade, somos tão vítimas do abuso de imagem como ela. No nosso site oficial, não existe nada que remetesse a Patrícia Poeta”, disse.

SOBRE O AUTOR

Redação Comunique-se

Redação Comunique-se

Equipe responsável pela produção de conteúdo do Portal Comunique-se. Atualmente, a redação é composta pelo editor Anderson Scardoelli e a repórter sênior Nathália Carvalho.

COMENTAR

COMENTAR