COMUNICAÇÃO

Facebook pode implementar paywall dentro da rede social

paywall facebook noticias
(Imagem: Divulgação)

O paywall vai chegar ao Facebook. É isso que indica a reportagem do Estadão sobre o acordo que a rede social de Mark Zuckerberg pode fechar com as empresas de comunicação. Se aprovado, o projeto vai direcionar o internauta para a página de assinaturas do veículo após determinado número de leituras. O intuito é claro: limitar o consumo de notícias lidas gratuitamente dentro da plataforma por meio do Instant Articles.

Segundo as informações da reportagem do Estadão, a conversa entre o Facebook e os veículos de imprensa já começaram, porém a proposta ainda não está formatada. No início das negociações, havia a possibilidade de a rede social ficar com parcela do valor das assinaturas em um possível modelo de negócio. Porém, a atualização agora é que o Facebook não pretende mais intermediar as transações, sendo assim, não teria motivo para receber valores. O modelo a ser adotado deve apenas redirecionar o usuário para a página do veículo, que cuidará dos outros trâmites da assinatura.

“Jornalismo de qualidade custa dinheiro para produzir e nós queremos ter certeza de que ele possa prosperar no Facebook. Como parte de nosso teste, vamos permitir que os publishers que usam o Instant Articles possam implementar um paywall, que vai levar as pessoas para seus próprios sites para fazer a assinatura e manter 100% da receita”, afirmou a diretora de parcerias com mídia do Facebook, Campbell Brown, em nota enviada ao site Recode.

O Estadão comenta que o Facebook tem repensado sobre os modelos de negócio conforme se intensificam as conversas com os veículos de imprensa. Se aprovado, o projeto de paywall deve ser adotado pela empresa de tecnologia ainda neste semestre.

SOBRE O AUTOR

Redação Comunique-se

Redação Comunique-se

Equipe responsável pela produção de conteúdo do Portal Comunique-se. Atualmente, a redação é composta pelo editor Anderson Scardoelli e a repórter sênior Nathália Carvalho.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR

Notícias Corporativas