COMUNICAÇÃO

GloboNews em “pânico”: repórter Vesgo trolla emissora ao vivo

Repórter Vesgo durante trollagem (Imagem: Reprodução/GloboNews/YouTube)

Repórter do humorístico ‘Pânico na Band’, Rodrigo Scarpa se transformou em norte-americano. A mudança de nacionalidade do comediante – conhecido pelo apelido de Vesgo – contratado pela TV Bandeirantes só existiu para a equipe da GloboNews que está na cidade de Washington para cobrir a posse do republicano Donald Trump como presidente dos Estados Unidos da América.

Fantasiado de Trump, Vesgo conseguiu enganar toda a produção do canal de notícias da Globosat e chegou a ser entrevistado ao vivo pela correspondente Carolina Cimenti. A jornalista chegou a dizer que tinha conversado com diversas pessoas que vieram de outros estados americanos especialmente para acompanhar – assim como os profissionais de imprensa – o início do mandato do novo chefe de Estado americano.

Durante participação ao vivo no programa ‘GloboNews Em pauta’, Carolina se dirigiu ao repórter Vesgo em inglês e o apresentou aos telespectadores como um cidadão norte-americano que estava fazendo imitação do novo presidente. “Come here”, disse a jornalista ao pedir para que o humorista chegasse mais perto dela para aparecer em frente à câmera da emissora. “Ho, ho… Let’s Make America Great Again!”, disse o integrante do ‘Pânico na Band’.

Talvez percebendo a gafe,  Carolina cortou a fala do “americano” fantasiado de Trump, agradeceu pela participação e se voltou para a câmera no intuito de repassar informações aos telespectadores. Antes de encerrar a trollada, Vesgo ainda disse “fantastic”. Após o ocorrido, a correspondente ficou nitidamente sem saber o que dizer para o público. “Enfim… É, é uma… Uma posse cheia de emoções, tem brasileiro também”, comentou.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR