COMUNICAÇÃO

História da narração esportiva é tema de livro

livro - história narração esp
(Imagem: Divulgação)

Um verdadeiro relato década a década da trajetória da narração esportiva no rádio, o livro A Bola e o Grito da Emoção conta com detalhes e depoimentos de profissionais, a trajetória e evolução da locução esportiva no veículo radiofônico brasileiro, que em quase 100 anos de história foi o único meio de comunicação a acompanhar nossa seleção em todas as copas do mundo.

Como se trata da narração esportiva brasileira, a obra gira em torno de uma paixão nacional em comum: o futebol. Desde seu surgimento em 1922, em um momento de intensa revolução industrial e cultural, passando ano após ano, contando os principais eventos do esporte nacional como a conquista da seleção verde e amarela dos cinco campeonatos mundiais, o livro traz importantes depoimentos e curiosidades sobre os bastidores da embrionária transmissão e como ela se desenvolveu ao longo das décadas.

Fruto de um trabalho acadêmico, os autores Hugo Pereira e Hélio da Silva buscaram juntos em um trabalho incessante e investigativo, fontes que pudessem acrescentar detalhes e curiosidades dessa que é uma parte crível de nossa história, o quanto o rádio e o futebol são até hoje tão participantes no cotidiano de brasileiros e brasileiras.

capa livro história narração esportiva
Capa do livro A Bola e o Grito da Emoção (Imagem: Divulgação)

Além dos relatos esportivos, a obra literária traz à tona a intensa participação do rádio em um tempo em que não existia televisão, computadores e muito menos a internet, no qual o meio era tido como importantíssima ferramenta de difusão cultural e política. Lemos em cada um de seus capítulos, informações preciosas de como surgiu a primeira propaganda veiculada em um meio de comunicação eletrônico, a participação da imprensa em tempos de guerra e de conflitos civis e os bastidores da radiotransmissão em época de pouquíssimos recursos.

Os principais nomes da locução esportiva também foram lembrados na obra. Gênios como Osmar Santos, Fiori Giliotti, entre outros, que fizeram do simples ofício de narrar uma arte, foram responsáveis por momentos memoráveis do rádio, cujas vozes marcaram época na história da transmissão e a vida de milhões de ouvintes em todos os cantos do país.

Além de entrevistas de jornalistas, radialistas e profissionais especialistas da locução, A Bola e o Grito da Emoção, traz em suas páginas iniciais apresentação do jornalista e radialista Anderson Cheni, colunista especializado em rádio, com passagens pelas emissoras: Globo, CBN e Capital de São Paulo. O profissional traz seu olhar sobre o jornalismo esportivo.

“Sem dúvidas, o livro A Bola e o Grito da Emoção, não é apenas mais um relato superficial e simplório da história da locução esportiva. Por meio de depoimentos importantes e do olhar crítico e investigativo dos autores, conta capítulo a capítulo, a jornada deste que é um importante ator na sociedade brasileira, cumprindo até aos dias atuais seu papel com maestria. Unido ao futebol, paixão imprimida desde sempre nos corações brasileiros, a obra mostra como o rádio tronou-se importante alicerce na construção e história do povo brasileiro até hoje”, diz Cheni.

Mais informações e como comprar o livro por meio deste link.

SOBRE O AUTOR

Anderson Cheni

Anderson Cheni

Jornalista. Editor do blog Cheni no Campo, apresentador e comentarista da RIT TV, comentarista esportivo do Portal Terra e colunista de esportes da Nossa Rádio FM. Com mais de 20 anos de atuação na cobertura esportiva, soma passagens por emissoras de rádio de Mato Grosso e Capivari (SP). Em São Paulo, trabalhou nas rádios Record, Capital, Globo e CBN e nas TVs Sky e Rede Brasil. Foi editor-chefe do extinto jornal O Fiel.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas