COMUNICAÇÃO

Infográfico: um estudo sobre o impacto digital em patrocínio no futebol

Infografico Copa do Brasil - patrocínio
(Imagem: Divulgação)

O papel que as redes sociais têm no patrocínio esportivo e como os usuários ajudam a maximizar o potencial dos clubes são os temas de estudo inédito no Brasil. O levantamento é realizado pela Ativa Esporte, em parceria com a empresa de inteligência artificial GumGum Sports, baseado nas plataformas Twitter, Instagram, Facebook e Youtube.

Segundo os responsáveis pela pesquisa, foram analisados mais de quatro mil posts e seus impactos de marca, publicados pelas contas oficiais dos clubes envolvidos na semifinal da Copa do Brasil – Flamengo, Cruzeiro, Grêmio e Botafogo – e demais usuários entre 15 e 24 de agosto. Somadas, as publicações impactaram 26 milhões de internautas.

Nos dois jogos da semifinal da Copa do Brasil, o resultado de mídia gerado para os patrocinadores dos quatro clubes foi calculado em US$ 9,04 milhões, cerca de R$ 28,3 milhões. “O valor é quase três vezes maior do que o principal contrato de patrocínio do Botafogo, que recebeu R$ 10 milhões da Caixa em 2017”, dizem os responsáveis pelo levantamento.

De acordo com as empresas envolvidas no levantamento, a ideia é que os resultados permitam que as marcas verifiquem com precisão o benefício gerado pelo patrocínio esportivo. Diretor-geral da Ativa Esporte, Guilherme Guimarães afirma que a ferramenta de análise do projeto veio para beneficiar companhias em tempos de mudanças na indústria esportiva.

“Essa ferramenta chega para agregar muito às companhias em um momento de transformação da indústria do esporte, muito impactada pelo digital, e com o Brasil passando por uma crise em que toda ação de patrocínio precisa ter seu valor ainda melhor mensurado”, diz o executivo.

O clube com maior impacto positivo foi o Flamengo, que reuniu 1,606 exposições (cerca de 40% do total) e chegando a 16,6 milhões de pessoas e retorno de mídia de US$ 5,47 milhões, quatro vezes mais do que o valor do Cruzeiro, o outro finalista (US$ 1,34 milhões). Grêmio e Botafogo, clubes derrotados nas semifinais, obtiveram retorno de US$ 1,21 milhões e US$ 970 mil, respectivamente, com US$ 35 mil para a publicidade estática ao redor dos gramados.

General manager da GumGum Sports, Jeff Katz avalia que as companhias têm muito a ganhar com o levantamento. “As marcas precisam saber o valor total que estão gerando, e para responder à pergunta, é necessário cobrir diversas plataformas. Assim que vendedores, compradores e patrocinadores entenderem o valor de mídia, vemos oportunidades para que as marcas invistam em exposição no momento certo, de forma global”, diz o executivo.

Veja os detalhes do levantamento no infográfico:

SOBRE O AUTOR

Redação Comunique-se

Redação Comunique-se

Equipe responsável pela produção de conteúdo do Portal Comunique-se. Atualmente, a redação é composta pelo editor Anderson Scardoelli, a repórter Nathália Carvalho e a trainee Tácila Rubbo.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino
/* ]]> */

Prêmio Comunique-se 2018