COMUNICAÇÃO

‘JN’ presta homenagem a âncora que há mais de 30 anos “almoça” com o público

'JN' - jornal nacional - logo - rede globo - nsc - homenagem a Mário Motta - Santa Catarina
(Imagem: divulgação/Rede Globo)

Mário Motta é âncora do ‘Jornal do Almoço’ desde 1986. Telejornal é transmitido pela NSC, afiliada da Rede Globo em Santa Catarina

Personagem de homenagem, apresentador fará parte do rodízio do ‘Jornal Nacional’. Ele estará na bancada do ‘JN’ neste sábado, 30 de novembro

Responsável por manter no ar a afiliada da Rede Globo em todo o estado de Santa Catarina, a NSC já esteve representada na bancada do ‘Jornal Nacional’. Para o especial dos 50 anos do noticiário que tem William Bonner e Renata Vasconcellos como titulares, Fabian Londero apresentou uma edição em outubro. Agora, a empresa catarinense terá mais um de seus colaboradores na bancada do ‘JN’: Mário Motta.

Leia mais:

Para a direção global, contudo, o profissional não será mero representante da NSC ou de Santa Catarina — como os demais âncoras convidados ao decorrer dos sábados dos últimos meses. A presença de Mário Motta nos estúdios do ‘JN’ no Rio de Janeiro terá tom de homenagem. Isso porque Mário Motta é — entre canais próprios e afiliados pelo Brasil afora — o âncora que está há mais tempo à frente de um mesmo telejornal.

Aos 67 anos, o paulista de Santo André trilhou carreira no rádio e na televisão de Santa Catarina. O jornalista é o titular do ‘Jornal do Almoço’ desde 1986. Ele chega com moral à bancada do ‘Jornal Nacional’. “Mário Motta representará as emissoras, de todos os estados, que estabeleceram uma parceria fundamental nos primeiros 50 anos de história do ‘JN’”, informa a equipe de comunicação da Rede Globo.

Mário Motta - apresentador do JA na NSC TV - Créditos Diórgenes Pandini
Mário Motta na sede da NSC TV em Florianópolis. (Imagem: Diórgenes Pandini)

50 anos de ‘JN’

Em 2019 o ‘Jornal Nacional’ completou meio século de vida. Para comemorar o aniversário especial, a direção de jornalismo da Rede Globo decidiu abrir espaço para âncoras espalhados pelo país. Com isso, foi escolhido um representante de cada estado (entre afiliadas e emissoras próprias) para ocupar espaço na bancada do ‘JN’. O especial vem sendo realizado ao decorrer dos últimos meses. A dupla era apresentada ao público do país numa sexta e, no dia seguinte, estando no comando do telejornal.

Com status de homenageado, Mário Motta terá a responsabilidade de encerrar o rodízio especial de apresentadores do ‘JN’. Ele, contudo, não estará sozinho. O experiente comunicador terá companhia de Lídia Pace. Ela será a representante do Rio Grande do Norte. Potiguar, ela mora na capital Natal e, atualmente, conduz o ‘RN 2’. Antes de ser contratada pela InterTV Cabugi, afiliada local da Rede Globo, passou pela TV Ponta Negra (SBT) e pela TV Assembleia.

Mário Motta na sede da NSC TV em Florianópolis – Créditos Diórgenes Pandini
Mário Motta é âncora do ‘Jornal do Almoço’, em Santa Catarina, há 33 anos. (Imagem: Diórgenes Pandini)

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Faltam 7 dias!!! #rnnojn #lidiapacenojn #jn50 #jn50anos

Uma publicação compartilhada por Lidia Pace (@lidiapace) em

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR