COMUNICAÇÃO

Kim Kataguiri é dispensado pela Folha de S. Paulo

kim kataguiri - folha
Kim Kataguiri não vai mais escrever semanalmente para o site da Folha (Imagem: Arquivo pessoal/Facebook)

Coordenador nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), o jovem Kim Kataguiri, de 21 anos, perdeu o seu emprego na Folha de S. Paulo. Na tarde desta terça-feira, 14, o militante publicou sua última coluna para o site do jornal (seus textos eram veiculados somente na web). Criado em Santo André, município do ABC Paulista, ele escrevia para a publicação do Grupo Folha desde janeiro de 2016 — com os artigos indo ao ar de forma semanal.

No texto de despedida para a Folha, Kim Kataguiri faz um balanço do ano e um mês em que participou da equipe de colunistas do título paulistano. Ele lembra que chegou a usar o espaço para criticar outros colaboradores da empresa de comunicação. O integrante do MBL reforça que citou de forma negativa Janio de Freitas, Gregorio Duvivier e Vladimir Safatle, mas nunca recebeu respostas de nenhum deles. “Afinal, quem esse moleque pensa que é para falar um ‘a’ sobre esses ilustres doutores”, ironiza o jovem em trecho do artigo.

Diferentemente do momento em que foi anunciado como colunista semanal do site da Folha de S. Paulo, o ativista que promoveu eventos em prol do impeachment de Dilma Rousseff deixa a função sem criticar o jornal. Quando o veículo oficializou que ele seria um colaborador da casa, ele afirmou que o grupo de mídia tentava “parecer mais idôneo” e que seria alguém reconhecido por “criticar o jornal constantemente”.

Kim Kataguiri e informações superficiais

A última coluna de Kim Kataguiri na Folha de S. Paulo termina com o coordenador do MLB criticando as pessoas que acessam um texto na web, mas leem apenas o título e pequeno trecho do conteúdo. “Nesse momento de informações superficiais, interpretações precipitadas e relações efêmeras, nada mais justo do que agradecer os leitores que acompanharam a minha coluna durante essa trajetória”, afirma. No artigo, porém, ele não explica a razão de o Movimento Brasil Livre propagar notícias falsas, geralmente em parceria com o site Jornalivre, como as recentes calúnias disparadas contra a jornalista Tatiana Farah, repórter do BuzzFeed News, e a declaração de que a Folha está falindo.

Outro colunista dispensado

A saída de Kim Kataguiri do time de colunistas da Folha de S. Paulo acontece cinco dias após o mesmo jornal dispensar Guilherme Boulos….

Folha dispensa Guilherme Boulos

Leia também:

Minha descoberta sobre notícias falsas – por Gilberto Dimenstein

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

1 COMENTÁRIO

COMENTAR

Prêmio Comunique-se