OPINIÃO

Leads no Marketing Digital: como gerar e se relacionar com eles – Por Almir Rizzatto

leads

Gerar leads é um dos objetivos mais comuns em marcas que adotam o Marketing Digital como estratégia, especialmente com foco em Marketing de Conteúdo. E aqui, jornalista, só um rápido parêntese: o lead ao qual me refiro neste artigo não tem nenhuma relação com o lead do jornalismo, que você certamente já conhece.

No Marketing, esta expressão se refere a um potencial cliente. Alguém que se cadastra no site de uma empresa e, consequentemente, informa seu nome e e-mail, por exemplo, torna-se um lead daquela marca. E o usuário só aceita fornecer seus dados quando recebe algo em troca, normalmente de forma gratuita.

Ok, agora que você já sabe o que é um lead, quero te mostrar o que deve ser feito para gerar leads (o seu cliente vai querer muito isso!) e, depois, como se relacionar com eles.

Leia mais:

Criação de anúncios eficientes no Facebook Ads é tema de Webinar em inglês
O que é digital PR e qual a sua importância em estratégia de comunicação – Por Emerson Zanette

O processo de atração envolve conteúdos de alto valor. Sempre. O que é ótimo para nós, jornalistas. A empresa só conseguirá leads qualificados se oferecer materiais que agreguem (de verdade!). Os mais usuais são videoaulas gravadas, webinários ao vivo e e-books, mas revistas eletrônicas, boletins informativos, pesquisas e infográficos são outras opções.

E para que todo o processo seja feito, é necessário contar com uma ferramenta de automação. Ela servirá para criar a Landing Page, onde o lead preencherá seus dados, como nome e email. Em seguida, a própria plataforma entregará o conteúdo ofertado.

Quer ver na prática como funciona? Então clique aqui para acessar qualquer conteúdo gratuito da Escola Digitalista.

Como se relacionar com os leads

Já a etapa de relacionamento é tão importante quanto à da geração de leads. O importante é, logo neste início de “namoro”, causar uma ótima impressão. Mesmo que o objetivo final seja a venda de um produto ou serviço.

Até por isso, é recomendável que o primeiro email tenha uma aproximação humana, como, por exemplo, questionar o que o lead achou daquele material baixado. Perguntar se ficou alguma dúvida sobre o que foi apresentado e se colocar à disposição para qualquer tipo de ajuda também é muito simpático.

Outra estratégia é, ainda neste primeiro ou no segundo e-mail, oferecer algum outro conteúdo gratuito. De preferência, que agregue mais informações ao que o potencial cliente já teve acesso.

E, claro, chegará o momento em que a marca vai oferecer seus produtos ou serviços. Faz parte do processo. Os próprios leads já esperam (e, talvez, até desejem) as soluções que a empresa disponibiliza. Só é preciso identificar o timing correto para fazer isso.