OPINIÃO

Marquei minhas férias, mas mudei de emprego. E agora?

férias - artigo
(Imagem: Reprodução/ Freepik)

Estamos em um período em que muita gente começa a planejar as férias de fim de ano. Mas, e se logo depois de organizar tudo, vem uma proposta de trabalho irrecusável?

O primeiro passo é manter a calma e não achar que precisa cancelar a viagem ou recusar a oferta de emprego imediatamente. Em seguida, colocar em prática duas atitudes essenciais para uma vida profissional saudável: a sinceridade e o comprometimento.

Logo que receber a proposta de trabalho, comunique o recrutador e os seus novos gestores que já tem uma viagem marcada. Em seguida, deixe claro o seu comprometimento, dizendo que irá estruturar um “plano de férias” para que todas as entregas sejam realizadas com o máximo de antecedência possível e o seu time esteja preparado para a sua ausência.

É possível que mesmo assim a empresa não consiga aceitar que você se ausente e isso pode ocorrer por diversas razões, por exemplo, um evento importante para um cliente. Se isso acontecer, coloque novamente em prática a sinceridade e o comprometimento. Mas, desta vez, com você mesmo:

  • Defina a sua prioridade: o que irá influenciar mais na sua felicidade e o que terá maior impacto no seu futuro? As férias com a família ou a nova oferta de emprego?
  • Entenda seu comprometimento com os seus planos: o que você deseja de verdade? Se for sair de férias, então siga em frente. Mas se for o novo trabalho, avalie como irá cancelar ou adiar a viagem e lembre-se de comunicar os envolvidos.

É muito importante que essa decisão seja tomada de forma consciente para que o relacionamento com a nova empresa comece de maneira positiva. Porém, se ainda assim você ficar na dúvida se pode ou não falar sobre isso com o recrutador, tenha em mente os seguintes pontos:

  • antes de receber uma proposta, a sua vida estava em movimento
  • a empresa que decidiu contratar você sabe que sua vida não estava parada
  • o recrutador também sabe que os profissionais saem de férias
  • um “plano de férias” bem feito ameniza os desafios da ausência de um profissional

Se levar em conta esses itens, com certeza vai se sentir mais seguro para seguir adiante com os seus planos e, consequentemente, ficará feliz no novo trabalho, na viagem de férias ou nos dois.

SOBRE O AUTOR

Lygia Pontes

Lygia Pontes

Relações Públicas formada pela USP e com especialização em administração de empresas pela FGV. Também é analista comportamental pela metodologia DISC. Depois de anos trabalhando em empresas de diversos segmentos e em diferentes áreas da comunicação, fundou a Lygia Pontes Consultoria, onde atua como advisor, consultora e palestrante em felicidade profissional e eficiência. Auxilia empresas e pessoas a alcançarem seus objetivos por meio de metodologia exclusiva apoiada nos pilares do sucesso profissional: comportamento, comunicação e gestão. Também atua na Mútua Parcerias Corporativas, assessorando agências de comunicação e empresas de diversos setores a estabelecerem parcerias consistentes.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas