JORNALISMO MAIS COMUNICAÇÃO

MPB FM fecha as portas e cerca de 40 são demitidos

Rádio finalizou as atividades na madrugada destaquarta-feira, 1° de fevereiro (Imagem: Divulgação)

A MPB FM encerrou as atividades no primeiro minuto desta quarta-feira, 1° de fevereiro. A emissora ocupava a frequência 90,3 FM no Rio de Janeiro. Com o fechamento das portas, cerca de 40 funcionários foram demitidos, de surpresa, na tarde de terça-feira, 31. A transmissão seguiu até a madrugada, feita de forma automática, apenas com música, sem locução. As informações são de O Globo e SRZD.

Emissora do Grupo Bandeirantes e dona da MPB FM, a Band News – que já opera em 94,9 FM – irá ocupar a frequência 90,3. Na internet, a página oficial da rádio, que tinha seu sinal gerado para todo o estado do Rio de Janeiro, foi retirada do ar desde a tarde de terça-feira.

O veículo encerrado foi fundado em 1994 e priorizava a música popular brasileira e suas manifestações em seu conteúdo. Inicialmente a rádio operou como Nova FM, depois como Nova MPB FM. Só em 2002, sob o comando do Grupo O Dia, a emissora passou a se chamar MPB FM.

Em entrevista ao jornal O Globo, a ex-diretora artística da rádio, Ariane Carvalho, afirmou que, apesar do encerramento das atividades, ela segue como dona da marca. A executiva disse que vendeu 50% da MPB FM para o Grupo Bandeirantes em 2012, sendo que o combinado era que a identidade da programação – voltada para a música popular brasileira e suas manifestações, do samba, à bossa e o rock – fosse mantida por tempo determinado. Após esse período, a Band poderia decidir o que fazer com a frequência.

Ariane informou, ainda, que pretende levar os programas mais bem-sucedidos para outras emissoras, como o ‘Faro MPB’, ‘Palco MPB’ – que era apresentado por Fernando Mansur – e ‘Samba Social Clube’.

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino

BLACK FRIDAY COMUNIQUE-SE