OPINIÃO

O celular da empresa deve ficar ligado na minha folga?

celular - empresa - folga
(Imagem: Divulgação)

O celular da empresa deve ficar ligado na minha folga? A resposta para essa pergunta é bem simples e inquietante: depende. Pois é, não existe uma única solução para essa dúvida. Por isso, para não se perder ou acabar agindo errado, pense nela com antecedência. E para você se preparar, selecionei algumas recomendações do que fazer para o seu próximo dia de descanso:

O que foi combinado quando você começou nesse cargo?

Não tem nenhum problema perguntar na entrevista e/ou na contratação como é a dinâmica do trabalho, da área em que irá atuar e também o que a empresa e os gestores esperam de você. Com essas informações em mãos, dizer que estará totalmente desconectada ou saber que não poderá deixar o celular longe fica fácil. Caso você não tenha perguntado isso quando começou a trabalhar na sua posição atual, converse com o líder de sua área e entenda as expectativas dele para esse momento.

Como você se preparou para a sua folga?

É bem comum os profissionais se ausentarem do trabalho por alguns dias sem antes fazer um alinhamento com a equipe de apoio. Sem isso, qualquer fato novo que surgir, obrigará os profissionais que ficarão no escritório a acionarem você e, por isso, o seu celular deverá permanecer ligado o tempo todo. Também é possível que, devido à falta de alinhamento do time, você perca tempo e tranquilidade durante sua folga imaginando se tudo está caminhando bem.

Qual a natureza do seu trabalho?

Nem sempre quem acha que deve estar o tempo todo conectado lida com emergências e crises. Por isso, não existe necessidade de ficar grudado no celular. Em alguns casos, mesmo os profissionais que devem estar atentos a qualquer acontecimento crítico, podem se desconectar, pelo menos por um período, porque houve uma preparação e, assim, os profissionais de apoio já sabem o que fazer.

Quanto você se sente seguro em relação à sua posição na empresa?

Caso não se sinta à vontade para se desconectar totalmente, é provável que não esteja seguro quanto ao seu papel na organização. Nesse caso, é essencial refletir sobre as razões desse sentimento e tomar atitudes para que ele não o domine. A insegurança é uma das responsáveis pela sobrecarga de trabalho, já que, com medo de que alguém tenha um desempenho melhor, as atividades não são compartilhadas e/ou delegadas.

Depois de fazer essas perguntas a si mesmo, defina o que precisa colocar em prática para que possa se desconectar em sua próxima folga e comece a agir o quanto antes – mesmo que só tenha planejado um descanso para daqui alguns dias, semanas ou meses. Com certeza a sua produtividade irá aumentar. Isso porque, você conseguirá trabalhar com mais foco e também poderá recuperar as energias no seu descanso, mesmo se tiver que deixar o celular da empresa ligado.

SOBRE O AUTOR

Lygia Pontes

Lygia Pontes

Relações Públicas formada pela USP e com especialização em administração de empresas pela FGV. Também é analista comportamental pela metodologia DISC. Depois de anos trabalhando em empresas de diversos segmentos e em diferentes áreas da comunicação, fundou a Lygia Pontes Consultoria, onde atua como advisor, consultora e palestrante em felicidade profissional e eficiência. Auxilia empresas e pessoas a alcançarem seus objetivos por meio de metodologia exclusiva apoiada nos pilares do sucesso profissional: comportamento, comunicação e gestão. Também atua na Mútua Parcerias Corporativas, assessorando agências de comunicação e empresas de diversos setores a estabelecerem parcerias consistentes.

COMENTAR

COMENTAR