OPINIÃO

Preciso fazer uma pós-graduação?

pos-graduacao artigo lygia pontes
(Imagem: FreePik)

Muitos profissionais acreditam que a única forma de se desenvolverem profissionalmente é fazendo uma pós-graduação. Em algumas áreas de trabalho, como na comunicação, isso pode ser considerado verdadeiro. Se esse for o seu caso, então invista em um desses cursos. Mas, mesmo que isso seja critério para o seu crescimento profissional, lembre-se de que antes de se comprometer com uma pós que, em muitos casos, pode tirar o sossego, acabar com as noites de sono e até prejudicar relações, você precisa fazer a si mesmo algumas perguntas:

  • Eu tenho tempo e dinheiro para investir nesse curso?
  • Quais benefícios ele pode me trazer? Profissionais e até pessoais.
  • O que eu desejo com esse curso?
  • Eu admiro a instituição e os professores?
  • Como os profissionais que já fizeram esse curso o avaliam?

Depois de responder essas questões, é o momento de decidir se vale a pena seguir em frente com essa pós-graduação ou buscar outra.

Mas e se a sua área de trabalho não exige uma pós-graduação? Como decidir se é o melhor momento de cursar uma? Na minha experiência, posso dizer que se essa dúvida surgiu, é melhor esperar e fazer testes com alguns cursos mais simples e rápidos – principalmente se faz tempo que você não entra em uma sala de aula.

Para escolher o que estudar nesse período de testes, você pode seguir as recomendações a seguir:

  • Liste os temas que mais interessam a você
  • Relacione os assuntos que gostaria de aprender ou se aperfeiçoar
  • Defina quanto pode e quer investir em um curso
  • Avalie quanto tempo pode dedicar ao curso

A partir disso, conseguirá buscar pelos cursos que têm a estrutura adequada para você decidir qual irá fazer. Com isso, poderá começar a traçar o próximo passo em sua vida profissional, que pode ser uma pós-graduação ou não.

SOBRE O AUTOR

COMENTAR

COMENTAR