COMUNICAÇÃO

Propaganda do governo pela reforma da previdência é inconstitucional, reclama senador

previdência - propaganda - senadores
Imagem da ação publicitária promovida pelo governo federal (Imagem: Reprodução)

O senador Paulo Paim (PT-RS) pediu informações à Secretária-Geral da Presidência da República sobre a propaganda do governo para convencer a sociedade da necessidade da reforma da previdência social.

Ele quer saber o valor pago pela campanha e os critérios usados para contratar a empresa que a elaborou, e quanto as emissoras e veículos de comunicação receberam para veiculá-la ou publicá-la.

“É inconstitucional o que o governo faz. Está escrito lá na Constituição que não pode, depois que o projeto é encaminhado ao Congresso Nacional, fazer propaganda, querendo interferir na decisão de cada senador e deputado”, afirmou Paulo Paim.

Ana Amélia vê ‘terrorismo’ em campanha contra a reforma da Previdência

A senadora Ana Amélia (PP-RS) chamou de “terrorismo” as iniciativas de algumas entidades e partidos contra a reforma da Previdência. Ela ressaltou um folheto distribuído pelo Sindicato dos Metalúrgicos da cidade de Getúlio Vargas, no Rio Grande do Sul, que ataca deputados e senadores que seriam favoráveis à proposta.

Ana Amélia lembrou que a reforma ainda está em análise na Câmara e por enquanto não é possível afirmar como será o texto aprovado pelos deputados ou, mesmo, se será votado.

Para a senadora, essas campanhas não ajudam em nada. Ela defendeu o diálogo como o melhor caminho. Ana Amélia lembrou que, por ter disposição às negociações e conversas, assinou o pedido para a abertura de uma comissão parlamentar de inquérito para investigar as contas da Previdência Social.

“Me incluir aqui nesta lista de quem está com a reforma da previdência espalhando terrorismo com esse tipo de folheto na Rodoviária de Brasília é uma irresponsabilidade. Há calúnia e há mentira. Estão mentindo e caluniando. A reforma não veio para cá. Como é que eles vão saber que voto eu darei?”, questionou a senadora do Partido Progressista do Rio Grande do Sul, que é jornalista por formação.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMO AGÊNCIAS PODEM CRESCER FATURAMENTO COM O INFLUENCER MARKETING?

Webinar

14/07 às 16:00