COMUNICAÇÃO

Record é condenada a pagar R$ 50 mil a jovem exposta no ‘Cidade Alerta’

Record

Record TV foi condenada a pagar uma indenização de R$ 50 mil a uma jovem inocente, apontada pelo programa ‘Cidade Alerta’ como suspeita de homicídio, e sua família. O fato, ocorrido em 2017, levou à decisão da desembargadora Mônica de Carvalho no dia sete de outubro e divulgada esta semana pela coluna de Patrícia Kogut, no jornal O Globo.

De acordo com a publicação na coluna de Patrícia, a decisão da juíza considerou que a vítima de acusação não era, ao menos, investigada pela polícia. Na reportagem, que teve duração de aproximadamente 15 minutos no programa apresentado pelo jornalista Marcelo Rezende, a jovem foi colocada pela emissora como suspeita de assassinar a vizinha na cidade de Guaratinguetá, no interior de São Paulo.

Leia mais:

Escola Digitalista abre inscrições para última turma do Curso online de Marketing Digital em 2020
Google abre inscrições para programa direcionado a jornalistas de pequenas redações

As imagens divulgadas pela Record identificavam a casa em que a jovem vivia com seus pais. Posteriormente, o canal divulgou que o principal investigado era o marido da vítima. Na época, a emissora levou uma equipe para cobrir o caso e o repórter Aurélio Freitas conversou com vizinhos que demonstraram desconfiança com relação à vizinha, que ainda era menor de idade.

Desde o ocorrido, a emissora enfrentava processo judicial, que foi concluído por Mônica de Carvalho como propagação de fake news em busca de sensacionalismo midiático. A emissora vai pagar R$ 30 mil de indenização a jovem acusada sem provas e mais R$ 20 mil aos pais dela, que a representaram no processo.

SOBRE O AUTOR

Julia Renó

Jornalista, 23 anos. Natural de São José dos Campos (SP), onde vive atualmente, após temporadas em Campo Grande (MS). Formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MS) e voluntária da ONG Fraternidade sem Fronteiras, integra o time de jornalistas do Grupo Comunique-se desde julho de 2020.

COMENTAR

COMENTAR