OPINIÃO

Um livro para massagear a alma

marina machado - livro para massagear a alma
(Imagem: Claudinei Matosão)

Articulista-parceira do Portal Comunique-se, Marina Machado apresenta mais um vídeo com crítica literária. É o canal Palavras Cruzadas, que resgata livro de Jostein Gaarder

A jornalista encontrou uma obra que serve para massagear a sua própria alma. E que, segundo ela, pode fazer o mesmo por outros profissionais da imprensa e colegas em geral. A resenha da vez é Através do Espelho, livro escrito por Jostein Gaarder.

Assista ao vídeo:

***** ***** ***** ****** *****

Sinopse do livro no site da Livraria Cultura:

Do mesmo autor de O mundo de Sofia, essa é a história de Cecília Skotbu, uma menina que vive intensamente. As coisas que vai aprendendo ela anota num caderninho. Ali ela escreveu, por exemplo: “Nós enxergamos tudo num espelho, obscuramente. Às vezes conseguimos espiar através do espelho e ter uma visão de como são as coisas do outro lado. Se conseguíssemos polir mais esse espelho, veríamos muito mais coisas. Porém não enxergaríamos mais a nós mesmos”. Cecília passa quase o tempo todo em seu quarto, deitada na cama. Ela está morrendo. Sua história é uma preparação para a morte e por isso é também um mergulho na vida. Ela morre como quem viaja, prestando atenção em tudo. Através de seu olhar profundo, o outro lado do espelho se torna um pouco mais claro para nós.Título Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ 1998, categoria tradução/jovem

Tags

SOBRE O AUTOR

Marina Machado

Marina Machado

Jornalista, mãe, esposa, cozinheira amadora, violoncelista que não sai da estaca zero e leitora apaixonada. Adora viajar pelo mundo e se aventurar em cachoeiras e trilhas. Também adora cinema, séries de televisão, paraquedismo, vinhos, e, apesar de não ser médica, tem muita paixão pela área da saúde. Trabalha com televisão desde 1998, tendo iniciada a carreira na TV Bandeirantes e somando passagens por Record TV e TV Globo ('Auto Esporte'). É, desde 2008, repórter do 'Jornal da Band' e apresentadora eventual dos noticiários da emissora. Já cobriu eventos internacionais, eleições, acontecimentos históricos e conheceu um número incontável de pessoas que jamais teria contato não fosse a minha nobre profissão como repórter.

3 Comentários

COMENTAR