OPINIÃO

A volta do JB impresso e a facilidade em ser nostálgico

o dia - thiago gomide - artigo - jb
(Imagem: reprodução/O Dia)

Somente agora, com o retorno do JB às bancas, o leitor carioca tem opção? Em sucinto artigo reproduzido pelo Portal Comunique-se, o jornalista Thiago Gomide discorda de tal avaliação

Nostálgicos com a volta do JB impresso, vários amigos têm defendido a ideia que agora temos uma segunda opção de leitura no Rio.

Além da fala ser desrespeitosa, é injusta e míope.

Passa tempestades e o grupo Dia consegue atravessar, levando informação principalmente para as zonas norte e oeste.

O sucesso do Meia Hora é inquestionável.

O funcionalismo público dificilmente não tem contato com o jornal O Dia, que abre um enorme espaço pra essa fatia importante da nossa sociedade. Só na capital são 180k prestando serviço em diferentes espaços do ambiente público.

Tem até blog dedicado a.

A volta impressa do JB é bacana – os erros de revisão vão passar, acredito mesmo.

Torço pra que voltem muitos outros. Seria lindo ver meu querido O Pasquim, onde comecei, nas bancas.

Torço pra que nasçam centenas ( impressos ou não).

Mas isso não significa que aqueles que estão aí, lutando e apresentando alternativas, podem ou já são mortos vivos.

Depois, é fácil ficar nostálgico.

***** ***** ***** ***** *****

Por Thiago Gomide. Jornalista formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ). Idealizado do projeto Tá Na História e coordenador de projetos da MultiRio.

SOBRE O AUTOR

Leitor-Articulista

Espaço aberto para a veiculação de artigos produzidos pelos usuários do Portal Comunique-se. Para ter seu conteúdo avaliado pela redação, com possibilidade de ser publicado na seção 'Opinião', envie e-mail para jornalismo@comunique-se.com.br, com “Leitor-articulista” no assunto.

COMENTAR

COMENTAR