COMUNICAÇÃO ESPECIAIS

Tragédia em creche foi a pior notícia dos últimos meses

tragedia - creche - janauba
(Imagem: Polícia Civil/Reprodução)

Além da tragédia de Janaúba, entre os acontecimentos classificados como os piores deste ano estão manchetes políticas nacionais e internacionais

A morte de doze pessoas – entre elas nove crianças – em incêndio da creche de Janaúba (MG) foi a pior notícia de 2017, segundo levantamento realizado com os jornalistas da base do Portal Comunique-se. A tragédia aconteceu na manhã de 5 de outubro, quando o vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos, invadiu o local, jogou álcool em funcionários, crianças e nele mesmo e, em seguida, ateou fogo.

No momento do ataque havia 75 crianças e 17 funcionários na escola. Mais de 40 pessoas foram feridas no incêndio. Doze pessoas morreram: nove alunos, a auxiliar de professora Geni Martins, a professora Heley Abreu Batista e o vigia Damião.

Além da tragédia de Janaúba, entre os acontecimentos classificados como os piores deste ano estão manchetes políticas nacionais e internacionais, como:

  • Eleição e posse do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump;
  • Coréia do Norte testa mísseis;
  • Bolsonaro candidato a presidente;
  • Gilmar Mendes solta vários condenados;
  • A reforma trabalhista;
  • Crise econômica.

A própria imprensa também protagonizou muitas manchetes consideradas as piores de 2017. Entre os temas apontados pelos jornalistas da base do Portal Comunique-se, há críticas quanto a parcialidade da grande imprensa em pautas políticas, lamentos por demissões em veículos de comunicação, decadência da imprensa diante do mundo digital e o crescimento das fake news.

SOBRE O AUTOR

Tácila Rubbo

Tácila Rubbo

Formada em jornalismo pela Fiam-Faam, 23 anos. Foi trainee de redação do Portal Comunique-se de setembro de 2016 a abril de 2018. Começou na empresa como estagiária, função que desempenhou por um ano e dez meses. Depois, foi a responsável pelo conteúdo de parceiros publicado no site, avaliando os materiais recebidos e mantendo contato com os “articulistas-parceiros”. Cuidou de produções externas e, claro, produz notas e reportagens especiais. Desde maio de 2018, é a analista de social media do Grupo Comunique-se

2 Comentários

COMENTAR

Notícias Corporativas