CARREIRA COMUNICAÇÃO

Abraji promove curso online de jornalismo de dados com SQL

SQL - jornalismo de dados
(Imagem: Reprodução/Pixabay)

Estão abertas as inscrições para a 3ª edição do Curso On-line de Jornalismo de Dados com SQL. O treinamento, introdutório, ensina a obter informações relevantes para reportagens em bases de dados públicas cujo tamanho extrapola o limite de programas de planilhas, como o Excel. O curso começará em 16 de outubro e tem vagas limitadas. O investimento é de R$ 115 para os associados da Abraji e R$ 140 para demais participantes.

O treinamento terá, ao todo, três semanas de duração. Cada semana contará com série de vídeo-aulas e exercícios de fixação. As aulas usarão a linguagem SQL para tabular os dados para promover cruzamentos entre bases diferentes. Rodrigo Burgarelli, um dos vencedores do Prêmio Esso de 2015 concedido à equipe do Estadão Dados, será o instrutor do curso.

Para participar, os interessados já devem ter familiaridade com o Excel ou outro programa de edição de planilhas. Quem passou pelo curso On-line de Jornalismo de Dados da Abraji estrá apto a participar. É recomendável que o participante use um computador com ao menos 4GB de RAM, já que máquinas com configuração inferior podem ter problemas em seguir os tutoriais com bancos de dados grandes.

“Quando se está trabalhando com tabelas muito grandes, de 500 mil linhas ou mais, programas tradicionais de edição de planilha, como Excel ou o Google Sheets, já não aguentam. Os bancos de dados nos permitem trabalhar com arquivos de qualquer tamanho imaginável – 1 milhão, 5 milhões de linhas ou até mais”, afirma Burgarelli. Para o jornalista, se a pessoa tem interesse em trabalhar com banco de dados, deve começar pela linguagem SQL.

Cada vez mais órgãos públicos brasileiros publicam bases de dados de milhões de linhas, como os censos do Ministério da Educação, os microdados do Censo Demográfico do IBGE e os do Caged, do Ministério do Trabalho. O novo curso da Abraji capacitará os participantes a extraírem informações desses arquivos. “Aprender a trabalhar com esses conjuntos de dados abre possibilidades inéditas para a imprensa, já que nos permite fazer levantamentos detalhados sobre qualquer um desses temas”, afirma Burgarelli.

O instrutor integrou a equipe de jornalistas ganhadora do Prêmio Esso de Jornalismo de 2015, com série de reportagens sobre irregularidades no FIES, programa do Governo Federal para o financiamento de mensalidades do Ensino Superior. As reportagens foram produzidas após a análise dos microdados do Censo da Educação Superior em um banco de dados em SQL.

O curso utilizará a plataforma SQLite DBBrowser, uma interface simples para trabalhar com a linguagem SQL. Serão ensinados comandos para fazer consultas simples e agregadas, exportá-las para arquivos menores de planilhas e fazer o cruzamento entre diferentes bases de dados com campos em comum.

O curso é introdutório, voltado a quem não tem experiência com interfaces de bancos de dados, mas tem familiaridade com softwares de planilha. Ao final das aulas, o jornalista deve conseguir analisar banco de dados publicados na íntegra por órgãos governamentais e publicar reportagens com essas informações.

Inscreva-se aqui!

SOBRE O AUTOR

Abraji

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

COMENTAR

COMENTAR