Portal Comunique-se

5 tipos de conteúdo para gerar leads – por Almir Rizzatto

banner - aniversário - comunique-se (1)

Portal Comunique-se publica o mais novo artigo do jornalista, profissional de marketing e empreendedor Almir Rizzatto. Em pauta, landing pages e dicas para unir a produção de conteúdo a geração de negócios

Produzir conteúdo para gerar leads é uma das prioridades, hoje em dia, para qualquer negócio. E, neste artigo, listo 5 tipos de materiais com o objetivo de atrair potenciais clientes.

Leia mais:

Lembrando que é altamente recomendável “fechar” esses conteúdos em landing pages. Como a ideia é conquistar leads, a entrega só deve ser feita após a pessoa se cadastrar e concordar em informar, pelo menos, seu nome e e-mail. Clique aqui e veja um exemplo de landing page.

Desta forma, usando a metodologia inbound marketing, a empresa consegue iniciar um relacionamento com o lead. E este, por sua vez, persuadido ao longo da jornada, pode então comprar algum produto ou serviço da marca. Simples assim.

Formatos de conteúdo para gerar leads:

  1. E-books. São os materiais mais usados para atrair potenciais clientes. Quando nos referimos aos “livros digitais”, não necessariamente são conteúdos densos, como um livro. Aliás, nem é essa a ideia. Num e-book é possível compilar alguns artigos até já escritos, listar X dicas, estratégias ou ferramentas para tal solução, e por aí vai. Ou mesmo definir um único assunto e destrinchá-lo.
  2. Aulas/palestras/debates. Está cada vez mais comum a realização de lives por meio das redes sociais. É uma boa iniciativa, claro, mas o problema é quando se faz isso sem a geração de leads. Nesse caso, perde-se a oportunidade de aumentar a base, relacionar-se com os participantes depois do evento e vender. Por isso, o processo mais adequado é divulgar previamente para que os interessados se cadastrem. Só depois a marca envia o link onde será disponibilizado o conteúdo, seja ao vivo ou gravado. Para ficar ainda mais atrativo e persuasivo, pode-se prometer bônus aos inscritos.
  3. Pesquisas. Costumam ser materiais altamente ricos, mais densos. Se você tem a oportunidade de levantar dados, informações relevantes sobre seu mercado, e transformar isso num material atrativo, certamente conseguirá gerar um número expressivo de leads.
  4. Guias/manuais. Assim como as pessoas são atraídas por conteúdos robustos, também gostam de materiais práticos, de leitura rápida. E os guias e manuais têm este conceito. Mas lembre-se: mesmo tendo esse viés mais objetivo, eles não podem ser rasos. É preciso encantar o lead pela qualidade do entregável, tanto com o conteúdo escrito quanto com o visual.
  5. Checklists. Têm característica semelhante à dos guias e manuais, por seu caráter prático. É usual criar o conteúdo usando numeração e sequência.

Organize-se para oferecer, aos poucos, todos esses tipos de conteúdo para seu público. Assim, a base de leads irá crescer de forma contínua e saudável.

Compartilhe
0
0

Almir Rizzatto

Jornalista, especialista em marketing digital, consultor, instrutor de cursos e fundador da Escola Digitalista e da agência RZT Comunicação.

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata