OPINIÃO

A conexão com os eleitos – Por Alessandra Fedeski

conexão com eleitor

Veremos mandatos políticos diferentes? Em termos de comunicação sim, pois esta vive em constante movimento. A conexão – não apenas virtual- com o eleitor será fundamental para a permanência do político no contexto e no imaginário popular da sua própria cidade. Posicionamentos sobre temas latejantes, como a vacina do coronavírus, por exemplo, não devem ser evitados. São eles que “derrubam” os políticos que ficam em cima do muro e podem, ainda, aproximar o eleitor dos aspectos que envolvem a coisa pública.

Ser presente na cidade e mostrar-se como tal é um fator que vem ganhando cada vez mais expressividade. Nas últimas eleições candidatos promissores saíram derrotados por falhar em um dos fatores.

Outro ponto essencial na conexão com o eleitor é a busca contínua por pessoas alinhadas com a ideologia e engajadas com os projetos daqueles que foram eleitos. Encontrar pessoas fora do eixo partidário e do funcionamento do mandato, ganhar sua admiração e confiança para que se transformem em multiplicadoras da imagem pública de um político é um desafio que deve ser aceito.

Leia mais:

Google destina US$ 3 milhões à imprensa em fundo aberto contra desinformação sobre vacinas
Ruy Castro e Ricardo Noblat geram polêmica com sugestão de suicídio a presidentes

Assuntos sombrios como a corrupção e densos como os relacionados aos impostos, meio ambiente, ideologia sexual, etc., ao serem abordados sob a ótica das redes sociais – baseados no infoentretenimento-, podem alcançar resultados promissores.

Prefeitos e vereadores eleitos assumem seus cargos envoltos em uma dinâmica de conexão e interação ampliada. Essa conexão tende a ser mais volumosa na internet, especialmente nas redes sociais, com memes, conteúdos virais e fake news sempre presentes. A adaptação à realidade de mudanças rápidas e frequentes da internet é fundamental.

Alessandra Fedeski – jornalista com especialização em marketing político.

SOBRE O AUTOR

Leitor-Articulista

Espaço aberto para a veiculação de artigos produzidos pelos usuários do Portal Comunique-se. Para ter seu conteúdo avaliado pela redação, com possibilidade de ser publicado na seção 'Opinião', envie e-mail para jornalismo@comunique-se.com.br, com “Leitor-articulista” no assunto.

COMENTAR

COMENTAR