Portal Comunique-se

A internet é para todos?

Questionamento é do relações públicas e professor Pedro Artur Nogueira. Portal Comunique-se publica artigo sobre ser ou não ser presente nas redes sociais – na internet como um todo

Quando me perguntam, em palestras ou em aulas, se a internet é um lugar para todas as empresas, eu respondo que sim. Lembro que quando comecei a cuidar de marcas na internet, ano de 2008, o Twitter era a rede social e todo mundo gostaria de ter seu perfil por lá. Tinha também um tal de Orkut, que fazia um “sucessão” por aqui. E se uma empresa quisesse estar na internet precisava navegar em uma dessas duas redes.

Em uma das reuniões de diretoria que participei para convencer o board que era preciso estar nas redes sociais, que o futuro era esse, que todo mundo estava lá, que os nossos concorrentes estavam… Enfim, lembro-me que tinha que justificar todas as ações. E muitas delas não conseguia mensurar o retorno. A internet não era esse poço de informação que temos hoje.

Mais tarde, já como consultor de marketing digital para pequenas empresas, tive uma discussão muito parecida com aquela que tivera na seguradora; e me vi convencendo o empresário sobre a riqueza e importância de estar nas redes sociais e de surfar os benefícios e oportunidades da rede. Me vi lá em 2008.

Nesse momento, percebi que a internet é para todo mundo, sim. Estar presente nas redes sociais não é mais uma escolha, mas uma necessidade. Hoje, se não está presente digitalmente, você não consegue conversar com seus públicos. Assim, eles podem ter a imagem que quiserem de você. E, agora, mais do que nunca, imagem vende – e vende muito.

Diferentemente de outras iniciativas da comunicação, o digital permite a interação e a troca. Mas é preciso se preparar. Assim, seguem 5 dicas para entrar como marca nas redes sociais:

1 – Defina seus objetivos

Não faz sentido iniciar qualquer atividade na comunicação sem definir o que se pretende, os objetivos norteiam e fazem com que sua estratégia seja balizada. Uma ação sem objetivo é o mesmo que um carro sem direção.

2- Entenda as diferentes plataformas

Cada ferramenta tem seu público e uma forma de utilizar. O Facebook é o local de apresentação da empresa, local da conversa. Nela, se espera que a empresa promova o diálogo. No Instagram, uma rede baseada em imagens, é um espaço mais inspiracional, no qual é possível mostrar como se constrói um produto ou como as ideias nascem. O LinkedIn é o lugar de promover sua empresa e mostrar como ela é legal para os parceiros e empregados.

3 – Saiba lidar com números

A internet é campeã de informações. É muito comum que os usuários mais iniciantes se percam nessa avalanche de dados. Ter um recurso na sua equipe para cuidar de planilhas seria uma ideia muito inteligente. Ao analisar esses dados, você passa a entender o que sua audiência quer –  servindo para se conquistar mais do que likes.

4 – Ouvir mais que falar

A internet não funciona como as mídias tradicionais. Ela é um local de troca de experiências, um espaço de conversa. Se você quer apenas fazer de si, mostrar seus produtos e promover sua empresa, é melhor buscar outro local para isso. Nas redes sociais, a palavra que domina é diálogo.

5 – Transparência não é opção

Quando decidimos colocar um perfil de empresa nas redes sociais, temos que estar preparados para situações boas ou ruins. Na verdade, as ruins aparecem bem mais que as boas. É senso comum que as pessoas, quando irritadas com as marcas, vão nas redes sociais reclamar – e é nesse momento que a gente vê quem está preparado para o digital ou não. Vale dizer que: quando receber uma reclamação, responda. Nunca apague um comentário. E se antecipe aos problemas.

A internet ainda é um lugar para promover um pequeno negócio. Os custos baixos se justificam, mas deve ser feito com inteligência. Muitos cases demonstram que a internet pode alavancar um negócio, basta saber usar. Para todo trabalho há a ferramenta certa, basta você saber qual é!

***** **** **** **** ***** *****

Por Pedro Arthur Nogueira. Relações Públicas de formação e de carteirinha, graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Entusiasta nato, profissional inquieto, muito curioso e otimista convicto. Especialista em estratégia de negócios, pós-graduado em gestão estratégica de negócios pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), tem MBA em administração em seguros pela Trevisan Escola de Negócios e é mestre em comunicação social pela Faculdade Cásper Líbero. Sócio-proprietário da Virtual Jam, empresa especializada em comunicação digital.

Compartilhe
0
0

Pedro Arthur Nogueira

Relações Públicas de formação e de carteirinha, graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Entusiasta nato, profissional inquieto, muito curioso e otimista convicto. Especialista em estratégia de negócios, pós-graduado em gestão estratégica de negócios pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), tem MBA em administração em seguros pela Trevisan Escola de Negócios e é mestre em comunicação social pela Faculdade Cásper Líbero. Sócio-proprietário da Virtual Jam, empresa especializada em comunicação digital.

Megalive do Prêmio Comunique-se 2021

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata