COMUNICAÇÃO

Agência de comunicação reformula marca e passa a destacar “soluções criativas”

Agência de comunicação - Oribá
(Imagem: Reprodução/Facebook)

Menos de dois anos após sua criação, a SMF agência de comunicação integrada anunciou reformulação de marca e passa a se apresentar com o nome Oribá – Soluções Criativas. Com a novidade no direcionamento, a empresa passa a trabalhar com foco em amparar os negócios de seus clientes com insights mais estratégicos, sobretudo nas áreas de comunicação e marketing.

De acordo com os idealizadores da nova identidade da agência, Oribá é uma palavra do tupi-guarani que significa “lugar feliz, alegria, felicidade”. “Com a nova marca, ela ressalta aos colaboradores, clientes e mercado que quer ser mais que um fornecedor criativo, mas um agente de parcerias sinceras e que realmente gerem frutos satisfatórios a todos dessa cadeia”, dizem.

A agência atua com projetos em eixos como planejamento de marketing, comunicação e conteúdo, marketing digital e promoções e eventos. Para o publicitário Rodrigo Cândido, que lidera a “nova” Oribá ao lado da jornalista Leila Ferraz, a ideia é que os públicos internos e externos se sintam bem sempre.

“Na Oribá, assim como era na SMF, o nosso objetivo é cultivar relações de parceria com os nossos clientes, sejam eles grandes ou pequenos. Somos um braço de marketing e não nos contentamos apenas com o papel de fornecedores de soluções. Estamos intimamente ligados ao dia a dia dos negócios e planejamentos deles, de modo que a comunicação esteja sempre integrada e faça sentido para marcas e pessoas”, detalha.

Segundo os fundadores, a Oribá foi criada com investimento inicial de R$ 200 mil. No ano de 2016, a empresa de comunicação conquistou R$ 1,5 milhão em faturamento bruto, o que equivale a um crescimento de aproximadamente cinco vezes em relação ao faturamento do ano anterior. Os números foram alcançados a partir da conquista de mais de 30 novos clientes frente aos cinco do primeiro ano de atuação.

Gestão

A gestão da empresa opta por modelo horizontal “que estimula a autonomia de cada colaborador”, como enfatizam os dirigentes da agência. O horário de trabalho é de acordo com o do cliente. Além disso, a Oribá garante que respeita e estimula a vida pessoal de cada membro da equipe, o que contribui para a produtividade do time.

Nas equipes, os profissionais de todos os níveis são responsáveis por suas entregas, sendo que os mais experientes têm a função de tutores dos mais novos. Não há divisão entre atendimento e planejamento, assim o quem atua no planejamento também é responsável por atender o cliente em tempo integral.

Os projetos são feitos em cocriação com os clientes, desde o briefing, até a entrega. A agência garante maior flexibilidade com SLAs (Service Level Agreement), de acordo com a necessidade do cliente ou plano a ser desenvolvido, com processo mais ágeis e efetivos. Além disso, a empresa possui leque de parceiros e fornecedores especializados no intuito de que as entregas não só atendam às expectativas dos clientes, como estejam conectadas com as tendências de mercado.

“Não acreditamos na máxima de que o profissional que trabalha em uma agência de comunicação deve entrar às 11h e virar a noite desenvolvendo projetos, pois isso não é sustentável para o negócio e muito menos saudável para as pessoas. Priorizamos que nossas equipes tenham as noites e finais de semana livres; e, para isso, defendemos método de planejamento e colaboração de todos os envolvidos no projeto em questão”, afirma Cândido.

Atualmente, o time da Oribá conta com mais de 20 pessoas contratadas formalmente. A equipe é formada por publicitários, relações-públicas, engenheiros, marqueteiros, administradores, jornalistas e designers.

Leia mais…

Google e Facebook lançam especialização em marketing digital para brasileiros

Infográfico: marketing de conteúdo X tipos de conteúdo

Brasil é terceiro país do mundo em adoção de automação de marketing

SOBRE O AUTOR

Redação Comunique-se

Redação Comunique-se

Equipe responsável pela produção de conteúdo do Portal Comunique-se. Atualmente, a redação é composta pelo editor Anderson Scardoelli e a repórter sênior Nathália Carvalho.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR