ESPECIAIS

Apresentador da Jovem Pan lança “Biografia das Copas”

copas do mundo - taca - biografia das copas - livro do jornalista thiago uberreich
(Imagem: reprodução/TV Bahia)

Thiago Uberreich apresenta seu mais novo trabalho no mercado editorial. Apresentador da Jovem Pan, ele é autor da Biografia das Copas. Livro traz informações dos mundiais realizados desde 1930

Quem se interessa por informações sobre a história do principal torneio de futebol de seleções tem mais uma opção de leitura a partir de agora. Trata-se da Biografia das Copas, obra escrita pelo jornalista Thiago Uberreich e que teve evento de lançamento na noite desta terça-feira, 12, em São Paulo. No livro, o autor, que é apresentador do ‘Jornal da Manhã’ da Jovem Pan, se propõe a resgatar detalhes curiosos e importantes da história do evento esportivo.

“A intenção é que o leitor faça uma viagem no tempo. Normalmente, lemos biografias de pessoas. Mas é perfeitamente possível biografar eventos que mexem conosco, como a Copa do Mundo, o torneio esportivo mais assistido do planeta. A final da última Copa foi vista por 1 bilhão de pessoas”, comenta Thiago Uberreich. O conteúdo que se propõe a biografar o torneio futebolístico chega às livrarias do Brasil por meio da Onze Cultural. A editora é especializada justamente em títulos relacionados ao futebol.

O jornalista e escritor pontua que o livro vai além de textos. Recursos visuais estão presentes para levar o leitor a determinado fato ocorrido em uma Copa do Mundo, competição que teve sua primeira edição em 1930, no Uruguai. “O livro está recheado de fotos e exibe tabelas com os resultados das Copas. Visualmente, está maravilhoso. É um prato cheio para quem ama futebol e para quem quer relembrar passagens dos mundiais”, ressalta Thiago Uberreich.

“A intenção é que o leitor faça uma viagem no tempo. Normalmente, lemos biografias de pessoas. Mas é perfeitamente possível biografar eventos”

Entre os destaques da Biografia das Copas estão os 5 títulos conquistados pela seleção brasileira, os principais craques e os times que fizeram história. A editora responsável pelo livro reforça que ele é destinado a todos os públicos. Dividida em 20 capítulos, um para cada edição de Copa do Mundo, a obra traz aspectos para além do meio esportivo. Em mais de 300 páginas, o escritor apresenta o contexto político e histórico de cada mundial. As fichas dos jogos do Brasil também fazem parte do conteúdo final.

thiago uberreich - biografia das copas do mundo - jornalista da jovem pan
(Imagem: divulgação/Onze Cultural)

Copa do Mundo na TV

Uma informação em especial dá destaque à Copa do Mundo de 1970. Realizada no México, o torneio consagrou o Brasil como tricampeão e foi o primeiro a ser transmitido ao vivo pela televisão. Atividade que demandou do tempo do jornalista-escritor. “Realizei ampla pesquisa sobre relatos das partidas feitos pelos jornais e as transmissões dos mundiais pelo rádio e pela TV, sobre como funcionou o pool das transmissões em 1970, além de colocar a grade da televisão antes de cada jogo do Brasil. Assim, quem viveu e quem tem curiosidade poderá se recordar de quais emissoras transmitiram os jogos, os horários”, pontua o autor.

“A história da Copa do Mundo está intimamente atrelada à evolução das comunicações”, analisa Thiago Uberreich. Atual apresentador da Jovem Pan, emissora em que ancora o ‘Jornal da Manhã’, o autor da Biografia das Copas tem há tempos contato com a própria mídia. Ele acumula mais de 20 anos de experiência no meio radiofônico.

Jornalista a fã das Copas

Agora biógrafo do evento esportivo, Thiago Uberreich começou a se interessar pelo tema antes mesmo de pensar em atuar na comunicação. Ele relata que começou a pegar gosto pelo assunto ainda garoto, precisamente quando tinha 13 anos (em 1990). E tudo começou pela leitura. “Ganhei dos meus pais o primeiro livro que li sobre o assunto. Era uma obra pequena, escrita pela jornalista Solange Bibas: As Copas que Ninguém Viu contava os bastidores dos mundiais de 1930 a 1978. Apesar de defasado, ainda era vendido em livrarias, às vésperas da Copa de 1990. A partir daí, nunca mais parei de colecionar material sobre futebol”.

E não parou mesmo de colecionar materiais relativos ao futebol e às Copas do Mundo. Entre os conteúdos guardados por ele estão as íntegras de todas as partidas do mundial de 1966, edição que teve a Inglaterra como anfitriã e campeã.

thiago uberreich - jornalista da jovem pan e autor da biografia das copas do mundo
O jornalista Thiago Uberreich, mas pode chamá-lo de biógrafo das Copas do Mundo (Imagem: divulgação/Jovem Pan)

Prefácio de Mauro Beting

Mestre do Jornalismo na categoria ‘Esportes – Mídia Falada’ do Prêmio Comunique-se, Mauro Beting é responsável pelo prefácio do livro escrito por Thiago Uberreich. Os dois são colegas de trabalho na Jovem Pan de São Paulo. “Thiago é um Cafu que faz tudo e muito bem. Parece estar em todos os lugares. Ou sabe onde procurar. Traz não só uma sinopse bem observada e condensada de cada partida como a cobertura da mídia brasileira em cada torneio. Resgata manchetes e consegue nos projetar naqueles meses que ficam por toda a vida com a gente”. É o que Mauro Beting escreve sobre a obra que almeja fazer gol de placa (ao menos no gosto dos leitores).

Biografia das Copas

Autor: Thiago Uberreich
Editora: Onze Cultural
Páginas: 336
Preço: R$ 139,00 (no site da Livraria Cultura)

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Jornalista, 28 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduado em jornalismo digital pela ESPM. Há nove anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário' e 'Leitor-Articulista'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

COMENTAR

COMENTAR