Uncategorized

Arquitetura Financeira de Projetos: dicas para conteúdo em vídeo

dicas - IM - Adrien
(Imagem: Krishna Mahon)

O produtor Adrien Muselet, que ministrou o curso Arquitetura Financeira de Projetos para a Brasil Audiovisual Independente (Bravi), deu dicas para as produtoras em entrevista a Krishna Mahon do canal de YouTube Imprensa Mahon.

Muselet faz analogia da produção audiovisual com a incorporação imobiliária: o incorporador compra um terreno, junta uma empresa que constrói com outra, que tem o dinheiro para a construção e no final fica com dois apartamentos do prédio. “Já o produtor compra um livro, uma peça, ele acha os talentos, encontra uns caras que têm dinheiro – canais, produtoras –, junta essas coisas, tendo pouco dinheiro dele no começo – só investe no desenvolvimento –, levanta esse série, e depois vende os “apartamentos”, ou os direitos para TV e receitas”, compara.

Para o profissional, os produtores devem tomar cuidado para não “vender todos os apartamentos para levantar o prédio, ou levantar o prédio com dívidas”. A despesa do produtor é o desenvolvimento: “a gente gasta um dinheiro e diz que o prédio vai ficar assim, e levanta o interesse das pessoas. Os produtores vendem expectativa: ‘vai custar 5 e vai dar 10 de receita’”, afirma.

Uma das dicas importantes que Adrien dá na entrevista é para analisar se a propriedade adquirida não tem “buraco” de nenhum lado. Analisar os contratos tanto da aquisição da propriedade quanto com todos os profissionais que farão esse projeto crescer. É preciso ficar atento para certificar se todos que têm direitos foram contemplados.

Adrien também avisa que há duas formas de realizar um projeto: ou você mesmo capta e faz tudo, ou você vende a propriedade para uma produtora. Na segunda opção você perde a propriedade, mas terá uma fonte de renda no futuro. Já na primeira você tem que fazer tudo sozinho. “Às vezes, por apego sentimental, você acaba pagando mais caro… Você pode fazer com apego sentimental, mas saiba quanto custa esse sentimento, e saiba quanto custa vender tudo pra ter uma vida talvez mais simples, mas mais tranquila. Avaliem bem o que tem que fazer, e vejam o que querem fazer ou não. As pessoas querem fazer tudo, não faça tudo”.

SOBRE O AUTOR

avatar

Krishna Mahon

Graduada em jornalismo e cinema, com curso de extensão em ficção científica pela Universidade de Michigan (EUA) e bagagem considerável pelo meio televisivo - meio em que atua há mais de 20 anos. Já passou por Rede Minas, Discovery, Mixer Films. De 2010 a maio de 2018, fez parte da equipe da A&E Television, onde já foi produtora executiva e respondeu como diretora de conteúdo original dos quatro canais da empresa: History, A&E, Lifetime e H2. Agora, traz para o Portal Comunique-se a "Imprensa Mahon", projeto que está no ar no YouTube desde 2016.

COMENTAR

COMENTAR