OPINIÃO

Autogestão deve ser a prioridade de qualquer líder – Por Lygia Pontes

autogestão

“Se você quer liderar, invista pelo menos 40% do seu tempo liderando a si mesmo.” Essa citação de Dee Hock, fundador da Visa, explica bem porque a autogestão deve ser a prioridade de qualquer líder. Não adianta querer exercer um papel de liderança se não cuidamos de nossas atitudes e comportamentos. Isso porque um líder precisa transmitir segurança a seus liderados, inspirar confiança, como o autor Simon Sinek apresenta nessa palestra:

Em um primeiro momento, fazer autogestão pode parecer bastante complicado e até nos fazer pensar que temos que estar o tempo inteiro vigilantes, pensando no que estamos fazendo, falando, se uma atitude nossa foi correta ou não, enfim, pode nos dar a sensação de que ser um líder é muito estressante. É claro que não é simples, mas existe uma atitude que pode ser colocada em prática por quem deseja construir um caminho como líder e, assim, tornar essa função mais acessível: cumprir suas promessas.

Esse ponto pode, basicamente, ser resumido a alinhar discurso e prática. Se dizemos algo, precisamos agir de acordo com o que falamos. Para isso, precisamos conhecer nossa capacidade, disponibilidade, dificuldades etc. É óbvio que, em alguns momentos, podemos não conseguir cumprir com o que foi prometido. Neste caso, é fundamental ter consciência disso e, claro, comunicar os envolvidos. Com isso, a confiança das pessoas não é prejudicada. Ou seja, a autogestão é chave nesse processo.

Leia mais:

Agência Pública e Idec distribuem bolsas para produção de reportagens
Rodrigo Constantino é recontratado pela Jovem Pan após dois meses de demissão polêmica

Existem outras atitudes que podem (e devem) ser colocadas em prática por quem deseja se tornar um líder e, infelizmente, não são ensinadas nas escolas e universidades. Por isso, muitos profissionais com grande potencial de se tornarem lideranças acabam não conseguindo exercer esse papel. Pensando nisso, desenvolvi, junto com a estudante de Relações Públicas Kauane Negreiros, a Universidade da Conquista. Esse programa de mentoria online e totalmente gratuito tem como objetivo auxiliar meninas de 15-24 anos, alunas ou ex-alunas de escolas públicas e bolsistas de escolas particulares, a desenvolverem o seu potencial para construírem o caminho profissional que desejam. O Módulo Conquista do seu Empoderamento, que acontece nos dias 16, 23 e 30 de janeiro e irá tratar principalmente de liderança, inclusive autogestão, está com as inscrições abertas até o dia 10 em https://bit.ly/universidadeconquista3.

A Universidade da Conquista é patrocinada pelo U.S. Department of State com financiamento do U.S. Government e administrada por Kauane Negreiros e Lygia Pontes.