ESPECIAIS

Coluna Esplanada se destaca em jornais, TV e rádio

leandro mazzini - coluna esplanada
Leandro Mazzini é o editor responsável pela Coluna Esplanada (Imagem: divulgação)

Publicação se consolida em formato multiplataforma. Baseada em Brasília e focada em política e mercado, Coluna Esplanada é comandada pelo jornalista Leandro Mazzini

Criada e comandada por Leandro Mazzini, a Coluna Esplanada se consolida como projeto multiplataforma. Nativa da mídia impressa, a publicação, que apresenta noticiário exclusivo sobre os bastidores do poder e mercado financeiro diretamente do Distrito Federal, marca presença em quatro meio de comunicação. Atualmente, a marca é reproduzida diariamente por 48 jornais e portais de notícias de 25 estados. Mais recentemente, acertou parcerias com emissoras de rádio e televisão. Há, ainda, o portal próprio, que já foi hospedado por UOL, iG e segue de modo independente.

Jornalista à frente da Coluna Esplanada, Leandro Mazzini faz questão de colaborar até com o meio radiofônico. Atualmente, por exemplo, participa semanalmente com comentários para a Rádio JK FM, de Brasília.

Televisão

Na TV, a marca Coluna Esplanada se faz presente em comentários do editor. Às terças, ele aparece no ‘Mais Notícias’, telejornal noturno exibido pela Rede Mais. Baseada em Varginha (MG), a emissora é afiliada da Record TV, podendo ser sintonizadas em cidades do sul, sudoeste e norte do estado mineiro. “O trabalho do Leandro Mazzini qualificou a cobertura de política dentro do nosso programa, que é crítico e de opinião, dentro do ‘horário nobre’ de uma emissora do interior”, analisa Luiz Fernando Rocha, âncora e diretor de redação do canal.

Apesar de sermos uma emissora afiliada e, portanto, menor que as chamadas ‘cabeças de rede’, falamos para quase 250 municípios de Minas Gerais. E essa qualificação era uma demanda da enorme audiência da Rede Mais, que ficou muito bem atendida”, comenta o apresentador-gestor sobre a parceria com o projeto do jornalista especializado em cobrir a política no Distrito Federal.

Direto de Brasília

A Coluna Esplanada tem sede em Brasília. De lá, além de comandar apurações, Leandro Mazzini grava entrevistas para a e-webtv, que lançou há três anos. Para todo o trabalho ser desenvolvido com êxito, conta com uma aguerrida equipe. Ao lado dele na capital federal ficam o subeditor Walmor Parente, a estagiária de jornalismo Ana Carolina e a secretária Rebeca Silva. Para ir além do noticiário político do Planalto Central, conta, no momento, com dois correspondentes: Beth Paiva (Rio de Janeiro) e Henrique Barbosa (Recife).

Presente em mais de três dezenas de jornais impressos, o jornalista — e empreendedor — comemora o fato de passar a fazer o que gosta no dial e na televisão aberta. “Os convites da TV e da rádio vieram a bom tempo. É uma honra para nós, com o alcance nacional da Coluna Esplanada nesse esforço coletivo da equipe, que me dá suporte, com quem divido essa satisfação do trabalho diário”, diz Leandro Mazzini em contato com a reportagem do Portal Comunique-se.

Noticiário que incomoda

Focada na produção de conteúdo exclusivo, a Coluna Esplanada aparece com temas que incomodam personagens da política brasileira. Em 2015, quando ainda era mantido pelo UOL, o espaço informou que “Lula fez tratamento sigiloso e controlou novo câncer“. O ex-presidente não gostou e acionou à Justiça contra Leandro Mazzini. Alegou ter sido vítima de calúnia. O petista, porém, foi derrotado em primeira e segunda instância. Na ocasião,  a Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) arquivou a denúncia por unanimidade.

Em agosto de 2016, divulgou que uma mulher acusava “deputado de assédio sexual e recua“. A história protagonizada por Marco Feliciano e Patrícia Lélis agitou a imprensa. O caso, marcado por mudanças de versões, pautou outros meios de comunicação. Patrícia Lélis, então alinhada com valores da direita teocrática, chegou a falar que Leandro Mazzini estava mentindo e… foi desmentida. O jornalista, na ocasião, divulgou o áudio em que comprovava a denúncia feita pela — à época — estudante contra o parlamentar, ex-PSC e atualmente no Podemos. Assim como em outros momentos, independente da mídia, o editor da Coluna Esplanada se propôs a fazer bom jornalismo. Jornalismo que incomoda autoridades e demais agentes da nossa política. Jornalismo que pode, ao decorrer dos próximos meses, conquistar ainda mais parceiros.

***** ***** ***** ***** *****

Atualização em 23/7/2019, às 12h04 = para acréscimos de informações.

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Jornalista, 29 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduado em jornalismo digital pela ESPM. Há dez anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário' e 'Leitor-Articulista'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

COMENTAR

COMENTAR

Prêmio Comunique-se