ESPECIAIS

Coluna Esplanada se destaca em jornais, TV e rádio

leandro mazzini - coluna esplanada
Leandro Mazzini é o editor responsável pela Coluna Esplanada (Imagem: divulgação)

Publicação se consolida em formato multiplataforma. Baseada em Brasília e focada em política e mercado, Coluna Esplanada é comandada pelo jornalista Leandro Mazzini

Criada e comandada por Leandro Mazzini, a Coluna Esplanada se consolida como projeto multiplataforma. Nativa da mídia impressa, a publicação, que apresenta noticiário exclusivo sobre os bastidores do poder e mercado financeiro diretamente do Distrito Federal, marca presença em quatro meio de comunicação. Atualmente, a marca é reproduzida diariamente por 34 jornais. Mais recentemente, acertou parcerias com emissoras de rádio e televisão. Há, ainda, o portal próprio, que já foi hospedado por UOL, iG e segue de modo independente.

Jornalista à frente da Coluna Esplanada, Leandro Mazzini faz questão de colaborar até com o meio radiofônico. Em fevereiro, por exemplo, ele estreou como comentarista da Rádio Globo São José do Rio Preto (SP). Na emissora, que abrange cerca de 40 cidades do noroeste paulista, o comunicador multimídia participa com análises duas vezes por semanas. Os boletins pilotados por ele são transmitidos às segundas e quintas. Nas duas edições semanais, o conteúdo entra no ar às 7h, como parte da versão local do ‘Café das Seis’.

Apresentador da atração matinal da Rádio Globo de São José do Rio Preto, Jair Viana sinaliza que, com o criador da Coluna Esplanada, o ouvinte do interior se informa sobre o que ocorre da capital federal. “A entrada do Leandro Mazzini no ‘Café das Seis’, diretamente de Brasília, com informações e opinião, enriqueceu o programa, oferecendo ao ouvinte a oportunidade de saber os bastidores daquilo que acontece no Planalto.Todos nós ganhamos”, comenta o âncora, que toca o programa de segunda a sexta na companhia de Alexandre Mamed e Andressa Zafalon.

Televisão

Na TV, a marca Coluna Esplanada se faz presente em comentários do editor. Às terças, ele aparece no ‘Mais Notícias’, telejornal noturno exibido pela Rede Mais. Baseada em Varginha (MG), a emissora é afiliada da Record TV, podendo ser sintonizadas em cidades do sul, sudoeste e norte do estado mineiro. “O trabalho do Leandro Mazzini qualificou a cobertura de política dentro do nosso programa, que é crítico e de opinião, dentro do ‘horário nobre’ de uma emissora do interior”, analisa Luiz Fernando Rocha, âncora e diretor de redação do canal.

Apesar de sermos uma emissora afiliada e, portanto, menor que as chamadas ‘cabeças de rede’, falamos para quase 250 municípios de Minas Gerais. E essa qualificação era uma demanda da enorme audiência da Rede Mais, que ficou muito bem atendida”, comenta o apresentador-gestor sobre a parceria com o projeto do jornalista especializado em cobrir a política no Distrito Federal.

Direto de Brasília

A Coluna Esplanada tem sede em Brasília. De lá, além de comandar apurações, Leandro Mazzini grava entrevistas para a e-webtv, que lançou há três anos. Para todo o trabalho ser desenvolvido com êxito, conta com uma aguerrida equipe. Ao lado dele na capital federal ficam o subeditor Walmor Parente, a estagiária de jornalismo Ana Carolina e a secretária Rebeca Silva. Para ir além do noticiário político do Planalto Central, conta, no momento, com dois correspondentes: Beth Paiva (Rio de Janeiro) e Henrique Barbosa (Recife).

Presente em mais de três dezenas de jornais impressos, o jornalista — e empreendedor — comemora o fato de passar a fazer o que gosta no dial e na televisão aberta. “Os convites da TV e da rádio vieram a bom tempo. É uma honra para nós, com o alcance nacional da Coluna Esplanada nesse esforço coletivo da equipe, que me dá suporte, com quem divido essa satisfação do trabalho diário”, diz Leandro Mazzini em contato com a reportagem do Portal Comunique-se.

Noticiário que incomoda

Focada na produção de conteúdo exclusivo, a Coluna Esplanada aparece com temas que incomodam personagens da política brasileira. Em 2015, quando ainda era mantido pelo UOL, o espaço informou que “Lula fez tratamento sigiloso e controlou novo câncer“. O ex-presidente não gostou e acionou à Justiça contra Leandro Mazzini. Alegou ter sido vítima de calúnia. O petista, porém, foi derrotado em primeira e segunda instância. Na ocasião,  a Turma Recursal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) arquivou a denúncia por unanimidade.

Em agosto de 2016, divulgou que uma mulher acusava “deputado de assédio sexual e recua“. A história protagonizada por Marco Feliciano e Patrícia Lélis agitou a imprensa. O caso, marcado por mudanças de versões, pautou outros meios de comunicação. Patrícia Lélis, então alinhada com valores da direita teocrática, chegou a falar que Leandro Mazzini estava mentindo e… foi desmentida. O jornalista, na ocasião, divulgou o áudio em que comprovava a denúncia feita pela — à época — estudante contra o parlamentar, ex-PSC e atualmente no Podemos. Assim como em outros momentos, independente da mídia, o editor da Coluna Esplanada se propôs a fazer bom jornalismo. Jornalismo que incomoda autoridades e demais agentes da nossa política. Jornalismo que pode, ao decorrer dos próximos meses, conquistar ainda mais parceiros.

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Jornalista, 29 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduado em jornalismo digital pela ESPM. Há dez anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário' e 'Leitor-Articulista'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

6 Comentários

COMENTAR