COMUNICAÇÃO

Executivos da imprensa se despedem de Otavio Frias Filho

otavio frias filho - executivos da imprensa - despedida
Otavio Frias Filho dirigiu a Folha por 34 anos (Imagem: (SP Escola de Teatro/Facebook/Reprodução))

Corpo do dono e diretor de redação da Folha de S. Paulo foi cremado em Itapecerica da Serra. Otavio Frias Filho tinha 61 anos e lutava contra um câncer

O corpo do jornalista Otavio Frias Filho, diretor de redação do jornal Folha de S. Paulo, foi cremado no início da tarde de terça-feira, 21, em cerimônia realizada no cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra (SP). Aos 61 anos, Otávio Frias Filho foi vítima de um câncer originado no pâncreas.

O jornalista, dramaturgo e ensaísta dirigiu a Folha de S. Paulo durante 34 anos. Ele foi responsável pela criação do Manual de Redação, pela criação do primeiro cargo de ombudsman em um jornal na América Latina e da seção ‘Erramos’para reunir as correções do jornal.

O velório teve a presença de autoridades, intelectuais, jornalistas e representantes de diversas entidades. Eles ressaltaram seu papel para consolidar a Folha de S. Paulo como líder em circulação e audiência.

Homenagens

O editor-executivo da Folha de S. Paulo, Sérgio Dávila, ressaltou o papel do diretor para contemplar os diversos lados de um mesmo fato. “Seu legado continua na Folha e por todas as gerações de jornalistas formadas por ela. Perdemos um iluminista, que brigava para trazer o aspecto mais plural das ideias, obsessivo com o contraditório”.

O jornalista Clóvis Rossi, colunista da Folha de S. Paulo, destacou as marcas de jornalismo crítico, independente e apartidário deixados por Otavio Frias Filho como diretor de redação. “Suas marcas impedem que o jornal te peça para escrever para quem gosta ou não gosta”.

O diretor de jornalismo da TV Bandeirantes, Fernando Mitre, lembrou do papel de Otavio Frias Filho na cobertura da Diretas Já. “Ele comandou a cobertura no episódio das Diretas Já, sempre lutando por um jornalismo de qualidade e independente”.

O presidente da Record TV, Luiz Cláudio Costa, destacou o legado de ética e liberdade de imprensa deixado pelo diretor da Folha de S. Paulo“Não se limitou somente ao jornalismo, mas foi importante para várias gerações”.

O presidente da Rede TV, Amilcare Dallevo Júnior, lamentou a perda do jornalista, destacando seu papel pela liberdade de expressão e a pluralidade da informação.

Otavio Frias Filho deixa a esposa, a jornalista Fernanda Diamant, duas filhas e três irmãos.

Leia mais:

***** ***** ***** ***** *****

Reportagem: Flávia Albuquerque
Edição: Sabrina Craide

SOBRE O AUTOR

Agência Brasil

Agência pública de notícias criada em 1989, logo após a incorporação da Empresa Brasileira de Notícias (EBN) pela extinta Empresa Brasileira de Comunicação (Radiobras). Em 2007, com a criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que incorporou a Radiobras, passou a integrar o sistema público de comunicação.

COMENTAR

COMENTAR