COMUNICAÇÃO

Homofobia: jornalista é chamado de “aberração” e ameaçado de morte

fefito - ameaça - homofobia
(Imagem: Reprodução/Facebook)

Na sexta-feira, 29 de setembro, o jornalista Fernando Oliveira, mais conhecido como Fefito, revelou que foi ameaçado de morte. O motivo? Homofobia. O profissional recebeu e-mail onde o autor o chamou de “aberração”, declarou odiar homossexuais e disse que irá “descarregar” tiros de uma arma 38 no apresentador dos programas ‘Mulheres’ (Gazeta) e ‘Estação Plural’ (TV Brasil). As informações são do Observatório G.

A ameaça veio acompanhada de outros xingamentos. “Odeio viados, são promíscuos e um poço de AIDS. Não adianta fugir ou se esconder (muito menos abrir b.o), eu sou inimputável e irei fazer esse ato santo”, disse o autor do e-mail, que assina como Marcelo Valle Silveira Mello.

Fefito, que também é colunista do jornal Folha de S. Paulo, expôs a ameaça recebida via Twitter e falou sobre o assunto no Facebook. Para o jornalista a sensação de ler o ataque foi de dormência, “de querer acreditar que a vida não tá mesmo em risco e vai seguir acontecendo. Que tudo é pegadinha”. Ele falou, ainda, sobre o fato de o Brasil ser o país que mais mata LGBTs em todo mundo.

“Por mais que esse país seja formado por pessoas que insistem que não existe homofobia (nenhum hetero morre por ser hetero, hellooooo!), por mais que a homofobia não seja criminalizada, por mais que as investigações raramente deem em algo, eu vou atrás de meus direitos. Eu vou pedir punição a quem promove o terror. A quem tirou o sossego da minha mãe”, declarou Fefito.

Em resposta a publicação do jornalista no Twitter, alguns usuários da rede social chegaram a comentar que um internauta com o mesmo nome (Marcelo Mello) possui histórico de denúncias por preconceito, incluindo racismo e homofobia.

“Pegadinha ou vida real, não se ameaça ninguém de morte. E eu não vou ter medo. Eu não vou varrer minha vida pra baixo do tapete. Eu vou estar atento e forte. E a cada dia mais orgulhoso de quem sou. Minha vida vale muito. E a sua também. O ódio de ninguém não vai parar o amor em meu coração. Sejamos firmes”, finalizou Fefito.

SOBRE O AUTOR

Redação Comunique-se

Redação Comunique-se

Equipe responsável pela produção de conteúdo do Portal Comunique-se. Atualmente, a redação é composta pelo editor Anderson Scardoelli e a repórter sênior Nathália Carvalho.

2 Comentários

COMENTAR

Notícias Corporativas