COMUNICAÇÃO

Imprensa nos EUA compara Bolsonaro a Trump

imprensa - bolsonaro - trump
Mídia compara campanha de Bolsonaro à de Donald Trump em 2016 (Imagem: Jim Lo Scalzo/EFE/Direitos Reservados)

O presidenciável brasileiro Jair Bolsonaro foi comparado a Donald Trump, presidente dos Estados Unidos. O candidato do PSL foi personagem de pautas em veículos da imprensa norte-americana

A imprensa dos Estados Unidos dedicou o sábado, 6, à análise do momento político brasileiro na véspera da eleição presidencial. As edições dos principais jornais impressos e sites e veículos online destacam a tendência de crescimento da candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à presidência da República, que ficou o 44% de votos e o comparam ao presidente norte-americano Donald Trump.

Segundo o jornal The New York Times, o quase “desaparecimento de Bolsonaro do cenário político só aumentou sua liderança”. O jornal compara a campanha de Bolsonaro, que sofreu um atentado no dia 6 de setembro, passou por duas cirurgias e ficou três semanas internado, à fórmula que levou Trump à vitória em 2016, bem como à trajetória de líderes populistas de outros países.

A manchete diz que “Candidato da extrema direita Jair Bolsonaro amplia liderança na corrida presidencial do Brasil”. Na reportagem, o jornal informa que, como “última tentativa”, os 13 candidatos presidenciais fizeram campanha pelo país em debates e comícios.

Versão do Trump?

Na edição de sexta-feira, 5, o jornal The Washington Post apresentou Bolsonaro como uma “versão de Trump”, devido a seus “posicionamentos de extrema direita”. Além disso, destacou que a campanha do candidato se baseia em “ataques à imprensa tradicional e na criação de de ‘fatos alternativos’” na internet.

A rede ABC News dedicou reportagem especial, veiculada ontem, a Bolsonaro. Segundo a reportagem, nas eleições presidenciais, o “candidato à la Trump obtém voto entre as mulheres” e contextualizou com as matérias favoráveis e contrárias. De acordo com a rede, o candidato é “muitas vezes comparado” a Trump “por comentários sexistas que ele fez ao longo dos anos”.

A rede também compara Bolsonaro a Trump no amplo uso de redes sociais pelo candidato do PSL. Assim como Trump, Bolsonaro recorre às redes com frequência para lançar mensagens e vídeos.

Leia mais:

***** ***** ***** ***** *****

Reportagem: Leandra Felipe
Edição: Nádia Franco

SOBRE O AUTOR

Agência Brasil

Agência Brasil

Agência pública de notícias criada em 1989, logo após a incorporação da Empresa Brasileira de Notícias (EBN) pela extinta Empresa Brasileira de Comunicação (Radiobras). Em 2007, com a criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que incorporou a Radiobras, passou a integrar o sistema público de comunicação.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR