ESPECIAIS

Exclusivo: Rede TV contrata jornalista venezuelana

bandeira da venezuela - rede tv contratata jornalista venezuelana - elena salazar
(Imagem: reprodução)

Emissora passa a contar com os trabalhos de uma jornalista venezuelana. Ideia da Rede TV é ganhar em troca de culturas e conhecimentos na redação. Elena Salazar, de 27 anos, chega para trabalhar na produção do ‘Rede TV News’ no Rio de Janeiro

A Rede TV reforça a sua redação e se posiciona contra a xenofobia. A emissora acaba de contratar Elena Salazar. Venezuelana, a mais nova jornalista da casa ficará baseada no Rio de Janeiro, mas já ajudará na cobertura eleitoral no domingo, 7, diretamente da cabeça de rede do veículo. A sede da empresa fica em Osasco, cidade da Região Metropolitana de São Paulo.

A contratação de Elena Salazar é o resultado final do processo seletivo que durou sete meses. Em março, o Portal Comunique-se já tinha divulgado com exclusividade a intenção da Rede TV em buscar um profissional estrangeiro para reforçar o departamento de jornalismo. A vaga destinada a um comunicador da Venezuela foi estruturada pelo superintendente de jornalismo, esportes e digital do canal, Franz Vacek. Antes do cargo de gestão, ele passou anos como correspondente internacional da emissora em Paris.

O processo seletivo durou de março a outubro porque a Rede TV se organizou para fazer tudo conforme as regras brasileiras. Além de estar morando de forma legal no país, o profissional a ser contratado precisava ter o título de jornalista reconhecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego. No último mês, comunicadores com esse perfil foram entrevistados pelo departamento de recursos humanos e pelos líderes do núcleo jornalístico da empresa de mídia.

A contratada

Elena Salazar vai além de ter o diploma em comunicação social validado pelo Ministério do Trabalho e Emprego do Brasil. Natural de Cumaná, cidade do estado venezuelano de Sucre, ela cursou jornalismo no Rio de Janeiro. Em 2008, quando tinha 17 anos, a hoje contratada da Rede TV veio com o pai para morar e estudar na Cidade Maravilhosa. Na ocasião, contou com apoio do educador e empreendedor Hélio Alonso (1928 – 2015). O empresário permitiu que Elena entrasse na faculdade como ouvinte do curso. Incentivo que deu certo. Em quatro anos, a graduação na Facha foi concluída com êxito.

elena salazar - jornalista venezuelana - rede tv - escritorio
Jornalista venezuelana, Elena Salazar acaba de ser contratada para trabalhar na Rede TV no Rio de Janeiro (Imagem: arquivo pessoal)

Depois de formada, com direito a receber nota 10 pelo documentário produzido como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), Elena Salazar novamente encarou o desafio de mudar de país. Foi trabalhar no Caribe. Na cidade de Tenares, na República Dominicana, passou seis meses como colaboradora de um grupo de comunicação. No período, atuou na redação do site e, posteriormente, se tornou co-apresentadora do ‘El Show de Jose Guillermo’. Voltou ao Rio de Janeiro na sequência. Sem oportunidades no Brasil, foi trabalhar com assessoria de imprensa em seu país de origem. No retorno à Venezuela, passou, em 2013, pela Superintendência de Seguros. Depois de um semestre, foi contratada pela PDVSA, uma das maiores petrolíferas do mundo.

Realização de um sonho

Depois de quase cinco anos na comunicação da PDVSA, Elena Salazar foi atrás de seu sonho: trabalhar no Brasil. Acompanhada do marido e da filha de três anos, a jornalista venezuelana partiu mais uma vez para a capital fluminense. Mudança ocorrida em abril deste ano — e com ela já ciente do processo seletivo aberto pela Rede TV. A informação da vaga foi repassada pelo pai dela, que já morava no Rio de Janeiro, e acompanhou a nota publicada em março pelo Portal Comunique-se.

“Nunca me desliguei do português. Amo essa língua, amo esse país. Eu lia muito as notícias daqui”, conta Elena Salazar com exclusividade ao Portal Comunique-se. “Sonhava muito em trabalhar numa emissora de TV brasileira”, confidencia a jornalista venezuelana. Para alcançar tal objetivo, ela enviou o currículo para a Rede TV ainda na Venezuela. Ação que foi refeita em maio, quando já estava de vez em ambiente carioca. Depois de troca de e-mails, provas e entrevistas, começou a atuar na redação da emissora no Rio de Janeiro na terça-feira, 2 de outubro.

Expectativas profissionais

Na Rede TV,  Elena Salazar integra a equipe de produção do ‘Rede TV News’. Baseada no Rio de Janeiro e se reportando ao editor regional do canal, Diego Molinaro, ela está em Osasco (SP) neste fim de semana. E já com uma missão: colaborar com a coberturas das eleições gerais deste domingo, 7. O início da experiência tem simplesmente encantado a jornalista venezuelana. “Amei conhecer a sede da TV. Não imaginava que era tão grande, tão maravilhosa e com pessoas tão legais. Adorei todo o pessoal”, comenta a profissional. Ela comemora, ainda, um outro fator. “Dá para ver que tenho bons companheiros e companheiras, até porque são mais mulheres que homens [na redação]”.

Integrada ao time de produção do ‘Rede TV News’, a jornalista venezuelana confidencia: quer aprender de tudo um pouco das atividades que formam a engrenagem de um produto telejornalístico. Conta que, além de produtora, pensa em observar o trabalho de edição e escuta. Porém, o grande sonho é reportar. “Quero ser repórter. Essa é a minha missão”, diz Elena Salazar. Melhor ainda se conseguir trabalhar com os dois idiomas – português e espanhol -, como correspondente internacional. Etapas que podem ser alcançadas para quem, ainda na adolescência, deixou a Venezuela para cursar jornalismo no Brasil.

elena salazar - jornalista venezuelana - rede tv - perfil
Elena Salazar: da Venezuela ao Brasil (Imagem: arquivo pessoal /// Arte: Anderson Scardoelli)

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Jornalista, 28 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduado em jornalismo digital pela ESPM. Há nove anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário' e 'Leitor-Articulista'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR