COMUNICAÇÃO

Delator do escândalo da Fifa, J. Hawilla volta ao Brasil

j hawilla - conexao capivara - jornal dhoje interior
J. Hawilla deixou os Estados Unidos na última semana (Imagem: reprodução)

Corruptor do mundo do futebol que se tornou delator do escândalo da Fifa, J. Hawilla está de volta ao Brasil. Ele é dono da empresa de marketing esportivo Traffic e da TV TEM, emissora afiliada à Rede Globo

Réu confesso de crimes que envolvem corrupção de dirigentes esportivos espalhados pelo Brasil e outros países da América Latina, o corruptor José Hawilla está de volta ao Brasil. Natural de São José do Rio Preto (SP), o empresário conhecido pela alcunha J. Hawilla estava nos Estados Unidos desde 2013. Em solo norte-americano, ele se tornou delator do caso investigado pelo FBI sobre negociatas relacionadas à Fifa, a entidade máxima do futebol mundial.

Aos 74 anos de idade, J. Hawilla é um ex-jornalista. Começou a carreira na crônica esportiva, atuando em veículos do interior paulista e da cidade de São Paulo. Entre outros veículos, passou por veículos como Band e TV Globo. Depois de deixar de lado as funções de repórter e apresentador de TV, tornou-se conhecido no ramo do marketing esportivo. Comprou a Traffic e a transformou em gigante do setor. Envolvida na negociação de direitos de transmissão de competições, a empresa foi responsável por fazer o elo entre federações de futebol e veículos de comunicação.

A atuação à frente da Traffic trouxe dinheiro e reconhecimento ao hoje ex-jornalista, que chegou a vender cachorro quente em São Paulo. O trabalho próximo de dirigentes do meio futebolístico acabou, porém, por torná-lo um caso de polícia (internacional). Alvo das investigações do FBI, ele confessou à Justiça dos Estados Unidos ter corrompido agentes do futebol sul-americano, entre eles o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira. Em acordo com as autoridades norte-americanas, ele se propôs a devolver o equivalente R$ 575 milhões, conforme informou à época o Jamil Chade, no Estadão.

J. Hawilla se livra da cadeira – reportagem do ‘Jornal da Band’

Furo vindo do interior

O furo do acordo de J. Hawilla com a Justiça dos Estados Unidos foi do premiado correspondente internacional do Estadão. A informação sobre o retorno do empresário delator ao Brasil foi veiculada em primeira mão pela coluna ‘Conexão Capivara’, do Jornal DHoje Interior. O impresso circula na região de São José do Rio Preto e abordou o assunto na edição de quinta-feira, 8. Segundo a informação, Hawilla está na capital paulista desde o último fim de semana. Ele deve visitar sua cidade natal após o Carnaval.

https://dhojeinterior.com.br/conexao-capivara-j-hawilla-volta-ao-brasil-apos-quase-4-anos-em-prisao-domiciliar-nos-eua/

Responsáveis pelo furo da volta de J. Hawilla ao Brasil, os jornalistas Fabrício Carareto, Maria Elena Covre e Paulo Becknetter, responsáveis pela ‘Conexão Capivara’ viram a notícia repercutir em veículos da chamada grande imprensa. Depois do conteúdo divulgado via Jornal DHoje Interior, a informação pautou veículos como Folha de S. Paulo (que deu os devidos créditos), revista Piauí, GloboEsporte.com, UOL e R7. “Furo nacional”, escreveu o trio na edição da coluna publicada nesta sexta-feira, 9.

conexao capivara - j. hawilla - dhoje interior - equipe
Equipe responsável pela coluna ‘Conexão Capivara’ (Imagem: reprodução/DHoje Interior)

Parceiro da Rede Globo

Além da Traffic, J. Hawilla é duplamente parceiro da Rede Globo. Ele é fundador da TV TEM, emissora com bases em quatro praças no interior paulista: Sorocaba, Itapetininga, Bauru e São José do Rio Preto. O canal é afiliado da empresa da família Marinho e cobre 49% do território do estado de São Paulo. Hawilla é, ainda, proprietário da TV7, produtora responsável pelos programas ‘Pequenas Empresas, Grandes Negócios’ e ‘Autoesporte’, ambos exibidos nacionalmente pela Globo.

Empresário paparicado por políticos

José Hawilla era cercado por personalidades da mídia e da política antes de se tornar delator da Justiça dos Estados Unidos. Em 2010, ele recebeu o prêmio de “Personalidade da Comunicação”, oferecido pela Mega Brasil. Na cerimônia realizada em São Paulo, o então prefeito da capital paulista (Gilberto Kassab), o governador (Alberto Goldman) e o ex-governador José Serra estiveram entre os presentes.

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Jornalista, 28 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduado em jornalismo digital pela ESPM. Há nove anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário' e 'Leitor-Articulista'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

COMENTAR

COMENTAR