COMUNICAÇÃO

Funcionários acusam Jovem Pan de exploração de trabalho

Jovem Pan

A rádio Jovem Pan está sendo acusada de exploração de trabalho. As denúncias, feitas pelos funcionários, tiveram início após uma informação interna de que teriam aumento na jornada de trabalho e corte das folgas, sem aumento na remuneração. A informação foi publicada no Splash, do UOL.

De acordo com a matéria, o comunicado feito aos funcionários alterava a divisão de grupos dos jornalistas, apresentadores e produtores. Antes, os profissionais eram divididos em 4 equipes e agora serão 3, de forma que resulta no corte de um fim de semana de intervalo e a carga horária de trabalho para cada pessoa aumentará.

Leia mais:

Um General na Petrobras – Por Heródoto Barbeiro
TV Globo no Espírito Santo passa por reformulação e inicia demissões

Ainda de acordo com o texto do Splash, a Jovem Pan planeja implementar, em breve, um canal de notícias 24h no streaming. O projeto tinha como previsão a estreia para este mês, mas foi adiada e atualmente está sem data para sair do papel.

Em imagem divulgada pelo Notícias da TV, é possível ler a mensagem de Rodrigo Mariz, chefe de jornalismo da rádio, sobre o assunto, afirmando que a nova estratégia terá início nos dias 6 e 7 de março. Em entrevista ao site, um jornalista da Jovem Pan afirmou que os comentários internos são de que a mudança tem como objetivo viabilizar o novo canal 24h. “Tem pouca gente na redação, não dá pra fazer esse canal 24 horas justamente porque não tem gente”, revelou.

Procurada pelo Splash e pelo Notícias da TV, a Jovem Pan disse que não vai comentar o caso.