COMUNICAÇÃO

Após 32 anos, Microsoft anuncia fim do Paint no Windows

microsoft - windows - paint
(Imagem: Divulgação)

A Microsoft anunciou que, após 32 anos, vai descontinuar o programa para criação de desenhos Paint a partir da próxima atualização do Windows 10. A ferramenta foi lançada junto com a primeira versão do sistema operacional, em 1985, e deve ser desativada em outubro deste ano. As informações são do G1.

Além do Paint, a lista de ferramentas descontinuadas inclui o 3D Builder app, o Reader App (o leitor de arquivos será incorporado ao navegador Edge) e o Outlook Express. “A lista pretende ajudar os consumidores a considerar essas remoções e descontinuações em seu próprio planejamento. A lista está sujeita a mudanças e pode não incluir todas as ferramentas ou funcionalidades descontinuadas”, informou a Microsoft.

Desenvolvida pela ZSoft Corporation e apresentada como PC Paintbrush, a funcionalidade foi uma das pioneiras entre os softwares de desenho e edição de imagens, apesar de sua extrema simplicidade. Na época, o programa suportava apenas gráficos monocromáticos de 1-bit.

Em seguida, o programa foi substituído no Windows 3.0 pelo Paintbrush, que era capaz de ler imagens nos formatos bitmap, JPEG e PNG (esses dois últimos padrões só seriam contemplados no Windows 98). Conforme o anúncio feito pela Microsoft, não haverá atualização do software existente do Paint, e sim o novo aplicativo, chamado Paint 3D.

SOBRE O AUTOR

Redação Comunique-se

Redação Comunique-se

Equipe responsável pela produção de conteúdo do Portal Comunique-se. Atualmente, a redação é composta pelo editor Anderson Scardoelli e a repórter sênior Nathália Carvalho.

COMENTAR

COMENTAR