COMUNICAÇÃO

‘O eclético’ jornalista Orlando Duarte morre, aos 88 anos

Orlando Duarte

O ex-jornalista esportivo e escritor Orlando Duarte morreu na manhã de hoje (15), aos 88 anos. Ele estava internado em São Paulo desde que contraiu a Covid-19, há três semanas. Orlando foi diagnosticado com Alzheimer em 2018 e estava afastado da profissão desde 2012, devido a problemas de saúde.

Um dos maiores nomes do jornalismo esportivo no Brasil, Orlando Duarte era conhecido como um jornalista eclético, capaz de falar com facilidade sobre diferentes esportes. Em sua carreira, narrou e cobriu os maiores campeonatos do mundo, somando 10 Olimpíadas e 14 Copas do Mundo.

Leia mais:

Após 14 anos, Carlos Nascimento deixará o SBT
Para Fiat Chrysler, desafio na pandemia foi cuidar de pessoas além do negócio

Na televisão e no rádio, ele levou o bordão “gol, gol, gol!” às casas de milhões de brasileiros, em grandes canais como a Globo, Bandeirantes, Cultura, SBT, Jovem Pan e Gazeta. Além disso, trabalhou em veículos impressos e escreveu mais de 30 livros, todos sobre esporte.

Homenagens

A morte do jornalista comoveu colegas de profissão, emissoras, admiradores e equipes esportivas, com as quais ele se relacionou em toda a carreira ligada ao esporte.

Em vídeo publicado pela rádio Jovem Pan, o jornalista e comentarista esportivo Flavio Prado homenageou Orlando Duarte e lembrou como era o trabalho com o amigo. Em sua conta particular, ele postou uma foto e escreveu: “Morreu o querido amigo Orlando Duarte. Aprendi muito com seu talento e história. Que Deus o receba para falar da Olimpíada do Céu”.

No Instagram, Gustavo Villani, apresentador do Grupo Globo, publicou uma foto de Orlando e exaltou sua carreira. “Foi-se outro cacique da profissão, prateleira alta, vítima da COVID”.

O time do coração do jornalista também publicou uma homenagem a ele. Em sua conta no Instagram, o Portuguesa escreveu: “Certamente deixará uma saudade imensa no coração do torcedor brasileiro”.

O ator Dan Stulbach mostrou sua admiração ao jornalista, o qual imitava quando criança e chamou-o de mestre. “Obrigado Orlando Duarte, comentarista da minha equipe dos sonhos”.

SOBRE O AUTOR

Julia Renó

Jornalista, 23 anos. Natural de São José dos Campos (SP), onde vive atualmente, após temporadas em Campo Grande (MS). Formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MS) e voluntária da ONG Fraternidade sem Fronteiras, integra o time de jornalistas do Grupo Comunique-se desde julho de 2020.

COMENTAR

COMENTAR