OPINIÃO

Pobres leitores de livros – por Edson de Oliveira

Pobres leitores de livros - por Edson de Oliveira
Imagem: Reprodução/ iStock

Em seu novo artigo para o Comunique-se, Edson de Oliveira comenta o fechamento de livrarias

Frequentador de livrarias desde o tempo em que eu ia a elas só para ver a compra de meus livros didáticos, eu não poderia deixar de lamentar o fechamento das grandes livrarias, apesar de, nas poucas vezes em que o tempo e, principalmente, o dinheiro me permitiram colocar os pés em alguma delas, eu ter gastado dinheiro muito mais com música do que com livros.

Mas lamentei muito mais o fechamento das pequenas livrarias, nas quais sempre me senti em casa. Locais como a Book Stop de Osasco, cidade onde eu morava, uma livraria na Lapa onde tive a sorte de encontrar o primeiro dos dois volumes da coletânea de entrevistas da “Paris Review” intitulada “Os Escritores” e a Brasiliense, livraria no centro da capital paulista onde, na segunda metade dos anos 1980, comprei meu querido livro de bolso sobre a vida de George Orwell.

Leia mais:

Na mesma rua da inesquecível Brasiliense, ficava a livraria da qual um rato de biblioteca levou o segundo volume da já citada coletânea. Assim como outra que peguei emprestada do mesmo amigo, sobre Jack Kerouac e sua turma, ela nunca mais saiu de minha estante.

Se soubesse quanto dinheiro já gastei por causa do meu gosto em ler livros, a Receita Federal não diria que pessoas mais pobres não consomem livros não didáticos nem iria querer acabar com a isenção de impostos sobre eles, tornando-os mais caros do que já são.

Apesar de ser contra a taxação de livros, nunca usei a falta de dinheiro como desculpa para não gostar de lê-los, porque, mesmo em meu tempo de favelado, quando minha iletrada mãe ficava mais feliz em me ver com um prato de arroz e feijão na mão do que com um livro, eu já os tinha à minha disposição, pelo menos na biblioteca da escola onde eu estudava, como hoje tenho na biblioteca onde os pego para ler para meus filhos.

SOBRE O AUTOR

avatar

Edson de Oliveira

Revisor há mais de 20 anos, corrigindo principalmente legendas de vídeo, transcrição de áudio, textos jornalísticos e acadêmicos, é editor dos blogues “Café Elétrico” e “Blogue da Revisão”.

COMENTAR

COMENTAR