CARREIRA

Quem manda no Brasil? É o que pergunta Alberto Carlos Almeida em curso online

alberto carlos almeida - curso

Com colaborações para a imprensa, cientista político e escritor organiza curso online sobre política. No modelo EAD, treinamento de Alberto Carlos Almeida tem jornalistas como parte do público-alvo

Cientista político, escritor e fonte que já concedeu diversas entrevistas aos mais variados órgãos da imprensa brasileira, Alberto Carlos Almeida se apresenta, agora, em versão professor. Ele é o mentor responsável pelo curso intitulado “Quem manda no Brasil?”. Em formato 100% EAD, o treinamento se propõe a falar de assuntos relacionados a política brasileira e em outros países mundo afora. Com isso, jornalistas são parte do público-alvo, informa o organizador.

Vídeo de apresentação:

“‘Quem manda no Brasil?’ é um curso EAD: quem se inscreve passa a ter direito a ficar dentro de um plataforma onde está o curso, aí acompanha em função de sua conveniência. Pode assistir no celular, computador, TV. Apenas precisa de uma conexão de internet. Os inscritos ficam 12 meses na plataforma. É o período que têm para fazer o curso. Você pode começar a fazer o curso tão logo a inscrição é finalizada”, explica Alberto Carlos Almeida, que é doutor em ciências políticas e consultor de empresas e partidos.

Inscrições: último dia

O professor por trás do “Quem manda no Brasil?” chama a atenção de que, ao menos o primeiro lote para curso, receberá inscrições somente até o fim desta sexta-feira, 9 de agosto, Dia da Notícia Boa. Para se matricular, basta clicar no botão “comprar agora” — presente na página de divulgação do curso na internet. O investimento é de R$ 297,00 — e para finalizar a compra é necessário criar cadastro no site do autor. A aquisição se dará por meio da plataforma PagSeguro.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR