COMUNICAÇÃO

Ragazzo entra na onda das delações premiadas em comercial para a TV

(Imagem: Divulgação/Ragazzo)

Um cliente do Ragazzo enfrenta problemas com a Polícia Federal. Acuado e acompanhado de sua advogada, ele se vê sem saída e aceita fazer o – já famoso pela imprensa – acordo de delação premiada. Aos delegados, o homem assume: fazia parte do esquema de caixa 2 promovido pela rede de fast food: comprava duas coxinhas e recebia a terceira “por fora”.

A confissão de prática criminosa relacionada ao Ragazzo nada mais é do que a mais nova ação publicitária da marca. Em vídeo produzido especialmente para circular no intervalo comercial de emissoras da TV aberta, o delator explica como funciona a promoção da empresa alimentícia. Ele avisa: todos os sabores de coxinha estão envolvidos no “esquema”.

Com 30 segundos de duração, a campanha “Delação Premiada – Ragazzo” começa a circular na tevê nesta quarta-feira, 18. O vídeo foi criado pela PPM Brasil, agência de publicidade contratada pelo Habib’s, que controla a marca Ragazzo. Além do comercial desenvolvido para a mídia televisiva, ações com o mesmo mote serão feitas para a internet e pontos de venda.

Diretor de criação e marketing do Grupo Habib’s, André Marques afirma que o mais novo trabalho reforça a estratégia da companhia em fazer peças publicitárias lúdicas. “Atual e bem-humorado, o filme segue a linha das recentes campanhas da rede, mantendo-se antenado aos acontecimentos no País, trazendo um benefício real aos nossos clientes e democratizando, cada vez mais e de várias maneiras, o acesso à marca”, comenta o executivo.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR