COMUNICAÇÃO ESPECIAIS

Realidade aumentada: como ela é usada pelas TVs?

realidade aumentada na tv

O uso de realidade aumentada está transformando os programas televisivos. Essa tecnologia, quando usada em conjunto com cenários reais, adiciona elementos de forma realista e confunde o público, gerando o questionamento: o que é real e o que é virtual?

A ilusão é causada pelo uso de uma tecnologia gráfica que permite a criação de figuras 3D com alto grau de detalhamento, como a presença de sombras e reflexos. Os efeitos podem ser incluídos nos cenários para programas gravados ou ao vivo, necessitando apenas de imagens prévias do ambiente, no segundo caso, para a criação dos objetos e posicionamento deles.

O conceito de realidade aumentada refere-se à possibilidade de inserção de elementos holográficos virtuais em um ambiente real, vistos por meio de uma ‘janela’, como um celular, computador ou televisão. Ela já é usada em programas de televisão em todo o mundo. No Brasil, atualmente, algumas emissoras televisivas já a utilizam, como a Globo e a Record.

Leia mais:

Timing perfeito do app do McDonald’s: estratégia ou sorte?
Por que a morte de Rodrigo Rodrigues causou tanta comoção?

De acordo com o diretor de Criação de Jornalismo da Record, Rogério Gallo, o uso desta tecnologia é interessante exatamente por causar uma confusão no telespectador, que deixa de saber o que é físico ou não. “Acho que é uma tendência ter essa mistura de recursos, com o físico e o virtual. Esse é o grande diferencial, o mais instigante nesse momento”, explica.

Ele também ressalta que além de objetos, é possível inserir pessoas ou animais no cenário. Para isso, é feito um posicionamento exato no ambiente de gravação, com marcações no chão, e no local de gravação da pessoa que será inserida digitalmente no cenário. Além disso, deve ser analisada a altura dos olhos das pessoas que estarão no ambiente (de forma física ou digital), para que os diálogos fiquem mais reais.

“O apresentador estará conversando com uma imagem holográfica, que não estará ali presente para ele, mas para quem está em casa, a sensação é de que o convidado está ali e não em outra redação, seja lá onde for”, ressalta.

Uso da realidade aumentada no Brasil

realidade aumentada RecordNo canal, a tecnologia está em fase de implantação e tem sido utilizada nos programas ‘Câmera Record’ e ‘Domingo Espetacular’, como forma de criar um cenário realista e totalmente digital. A ideia, no entanto, é que ela logo faça parte também dos programas jornalísticos com cenários reais.

Na Rede Globo, a realidade aumentada já está presente em diversos programas. Em 2019, os efeitos visuais resultaram em medalhas no Festival de Filme e Televisão de Nova York, para os programas ‘Fantástico’, ‘Domingão do Faustão’ e o projeto ‘Magic Box’ durante a Copa do Mundo da Fifa, de 2018.

O destaque deve-se, principalmente, à utilização de realidade aumentada em programas ao vivo. No quadro ‘Show dos Famosos’, do ‘Domingão do Faustão’, dois momentos que impressionaram pela confusão do que era real ou não, são as apresentações das músicas ‘My heart Will Go On” e “Dark Horse”.

 

Para a criação de novos elementos nos cenários por meio da realidade aumentada, Gallo explica que, além dos especialistas nesta tecnologia, é essencial a contratação de cenógrafos. Assim, um projeto é criado do mesmo modo como seria feito para um ambiente físico e torna-se mais realista.

Tecnologias de cenários no mundo

Em outros países, essa tecnologia também tem sido implantada em diversos programas televisivos. Um exemplo de canal que a utiliza muito é o americano ‘The Weather Channel’. Em muitos casos, a emissora utiliza esta ferramenta para alertar os telespectadores com relação a possíveis problemas de trânsito causados por condições climáticas.

Para isso, o canal conta com cenários reais, nos quais os elementos podem ser trocados por objetos virtuais ou utilizados para projetar cenas. Assim, contribuem para melhor compreensão do telespectador com relação ao que é dito.

Recentemente, o canal anunciou o uso de realidade mista, termo que ainda causa divergências se poderia ser considerado outra tecnologia ou é apenas a realidade aumentada. O conceito é definido pela Microsoft pela utilização elementos digitais realistas que permitem interação.

Entendeu o que é a realidade aumentada?

A realidade aumentada é uma tecnologia desenvolvida por meio de computadores que permite a mistura do mundo real com o virtual. A ideia é que, desta forma, seja criada uma nova forma de executar tarefas ou mesmo, de ver o mundo. Apesar de sua recente popularização, a realidade aumentada começou a ser idealizada há mais de 100 anos, como explica o vídeo abaixo, do canal do TecMundo no YouTube.

Um exemplo claro do uso dessa tecnologia é o jogo Pokémon Go. Em 2016, ele foi um dos maiores sucessos do mundo dos games, com 500 milhões de downloads. Três anos depois, em 2019, contava com 147 milhões de usuários ativos e um faturamento de mais de US$ 3 bilhões desde o seu lançamento.

O jogo chamou a atenção por possibilitar que os usuários encontrassem personagens com o uso da câmera do celular, misturando o que viam à sua frente com as animações. Hoje, o jogo realiza diversas atualizações, proporcionando novas experiências aos usuários e continua reunindo muitos fãs.