Portal Comunique-se

Reconhecimentos: jornalista “amiga da criança” e premiação internacional

mariana-tokarnia-jornalista-amiga-da-crianca-ebc
Mariana Tokarnia. (Imagem: Divulgação/EBC)

Repórter da EBC destaca-se pelo noticiário em prol de crianças e adolescentes. Diretora da agência Lupa recebe honraria por expor peças de desinformação

Compartilhe

Duas mulheres. Duas jornalistas brasileiras. Duas profissionais recentemente reconhecidas por seus respectivos trabalhos na imprensa. Essas são Mariana Tokarnia, repórter da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), e Natália Leal, diretora da agência de checagem Lupa.

Leia mais:

Amiga da criança

Atuante na Agência Brasil, um dos veículos de comunicação geridos pela EBC, Mariana Tokarnia recebeu na última semana o título de “jornalista amiga da criança”. Trata-se de reconhecimento feito anualmente pela ANDI – Comunicação & Direitos. O prêmio é sempre entregue a comunicadores que, na visão do projeto, trabalham em favor dos direitos das crianças e dos adolescentes.

“É um grande reconhecimento”

Mariana Tokarnia

Além de comemorar a conquista profissional, que na carreira conta com troféus no Prêmio ABMES de Jornalismo e no Prêmio Andifes, Mariana valoriza o serviço prestado pelos órgãos de comunicação pública. “É algo muito importante, como jornalista, pois é um grande reconhecimento, mas é também importante para a Agência Brasil e para a EBC, uma vez que mostra o poder de alcance e a relevância que as plataformas da empresa têm”, comenta a jornalista amiga da criança.

natália leal - agência lupa
Natália Leal. (Imagem: Divulgação/Lupa)

Premiada internacionalmente

Diretora de conteúdo da Lupa, Natália Leal teve reconhecimento em nível mundial. Na última semana, ela foi escolhida para receber o Prêmio Knight Internacional de Jornalismo, que é organizado pelo Centro Internacional para Jornalistas. A brasileira foi escolhida por, segundo a entidade, ajudar a expor peças de desinformação que foram divulgadas pelo presidente Jair Bolsonaro e seus aliados ao decorrer de 2020.

“Acredito profundamente no jornalismo como forma de qualificar o debate público”

Natália Leal

Prestigiada internacionalmente, Natália reforça que o prêmio só a ajudará a seguir trabalhando com empenho na área de checagem de fatos. “Lutar contra a desinformação é, hoje, meu principal propósito como jornalista e o que me move. Acredito profundamente no jornalismo como forma de qualificar o debate público, melhorar a sociedade e proteger a democracia”, declara. “É isso que eu quero continuar fazendo e ser reconhecida por essa luta é um orgulho indescritível”, prossegue a mais nova comunicadora do país a receber uma premiação internacional.

Compartilhe
0
0

Anderson Scardoelli

Jornalista, 32 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata