Portal Comunique-se

Repórter da Rede Globo é vítima da violência em São Paulo

Cristina Mayumi é vítima da violência em São Paulo
A jornalista relatou o caso em suas redes sociais. (Imagem: reprodução/ Instagram)

Assaltantes realizaram transações no valor de R$ 24 mil por meio do celular da jornalista

Compartilhe

A repórter da TV Globo em São Paulo, Cristina Mayumi, sofreu um assalto no último domingo, 15. O caso foi relatado por ela em seu perfil no Instagram, no qual afirmou ter ficado “em choque”. Os assaltantes levaram o celular da jornalista e, com o aparelho, fizeram transações no valor de R$24 mil.

Leia mais:

Cristina dirigia no bairro da Liberdade, na capital paulista, quando teve o vidro de seu carro
quebrado e o celular roubado. Nas redes sociais, ela afirmou que ficou assustada, mas estava
bem. No momento do assalto, ela havia protegido o rosto e, por isso, não teve muitos
machucados, mas ainda encontrava pedaços de vidro nas roupas e no cabelo.

“O cara levou meu celular e o vidro ficou estourado, voou caco de vidro, estou com caco no cabelo, na roupa, em tudo. Tive alguns cortes pequenos por causa do vidro. Mas muito susto, sabe? Você não sabe o que vai acontecer”, disse, nos stories do Instagram.

A jornalista, que recebeu apoio dos colegas de emissora, registrou boletim de ocorrência e bloqueou remotamente o acesso ao celular (que estava desbloqueado para uso de aplicativo de GPS), mas os assaltantes já haviam realizado um empréstimo de R$20 mil e uma transferência por PIX no valor de R$4 mil. “É isso, essa maravilhosa história, mais um número para as estatísticas da polícia”, lamentou na rede social.

Atualmente, Cristina Mayumi é responsável por reportagens para os telejornais regionais paulistanos Bom Dia São Paulo e SP1. Anteriormente, ela fez parte de equipes de afiliadas do canal no interior de São Paulo e no Mato Grosso, além de outros veículos de comunicação, como Record, SBT e Band.

Compartilhe
0
0

Julia Renó

Jornalista, 23 anos. Natural de São José dos Campos (SP), onde vive atualmente, após temporadas em Campo Grande (MS). Formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MS) e voluntária da ONG Fraternidade sem Fronteiras, integra o time de jornalistas do Grupo Comunique-se desde julho de 2020.

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata