JORNALISMO

Supremo manda soltar irmã e primo de Aécio Neves

aécio neves - andrea neves - stf - supremo - prisão
Presa em BH, irmã de Aécio, Andrea Neves irá cumprir prisão domiciliar (Imagem: Arquivo/Agência MG)

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou na tarde desta terça-feira, 20, a soltura do irmã e do primo do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), presos desde o mês passado em Belo Horizonte.

Frederico Pacheco e a jornalista Andrea Neves são investigados no Supremo a partir das delações da JBS. Com a decisão, ambos passam a cumprir prisão domiciliar.

A decisão foi tomada após o colegiado também determinar a libertação de Mendherson Souza Lima, ex-assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), acusado de intermediar o recebimento de propina enviada pelo empresário Joesley Batista, da JBS.

Mantendo o mesmo entendimento do julgamento anterior, a maioria dos ministros entendeu que a prisão dos acusados pode ser substituída por medidas cautelares, como entrega de passaporte e recolhimento domiciliar.

Com a prisão domiciliar concedida pelo STF, a jornalista Andrea Neves deverá deixar o Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte, na quarta-feira, 21. Em casa, ela será obrigada a usar tornozeleira eletrônica.

***** ***** ***** *****

Reportagem: André Richter
Edição: Amanda Cieglinski

SOBRE O AUTOR

Agência Brasil

Agência pública de notícias criada em 1989, logo após a incorporação da Empresa Brasileira de Notícias (EBN) pela extinta Empresa Brasileira de Comunicação (Radiobras). Em 2007, com a criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que incorporou a Radiobras, passou a integrar o sistema público de comunicação.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino

BLACK FRIDAY COMUNIQUE-SE