COMUNICAÇÃO

TCC analisa produção de jornalismo de dados no Brasil

dados - jornalismo - tcc
(Imagem: Alice Vergueiro)

Apresentada neste ano durante o 12º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, a monografia “Jornalismo de dados e cobertura de eleições no Brasil: uma reflexão sobre o trabalho do blog Estadão Dados”, resultado de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) da jornalista Carolina Bittencourt, analisa como as técnicas do jornalismo de dados foram utilizadas em notícias sobre política durante as eleições brasileiras em 2014.

Com base nas reportagens “Siga o dinheiro” e “Os sete mitos das eleições 2014”, do Estadão Dados, Carolina defende que, apesar de seu potencial para desenvolver escaladas jornalísticas e fomentar debates a respeito de política, o jornalismo de dados recebe pouco investimento e ainda não é aproveitado de forma plena nas redações brasileiras.

Para chegar à conclusão, a estudante analisou os conceitos de jornalismo de dados, jornalismo online e jornalismo político, além de verificar a repercussão que as reportagens tiveram para leitores. O trabalho foi apresentado em dezembro de 2016 na ESPM, no Rio de Janeiro.

Carolina já havia trabalhado com o tema por quase um ano em 2014, quando estagiou em projeto de pesquisa da ESPM. O projeto deu origem ao artigo “Cinco categorias de Jornalismo de Dados ou uma proposta para problematizar o Jornalismo a partir de dados no Brasil”, publicado por Fábio Vasconcellos e Leonardo Mancini e apresentado no II Seminário de Pesquisa em Jornalismo Investigativo, no 10º Congresso da Abraji. “Fiz resumos de bibliografia e a coleta de dados para a pesquisa”, conta ela. “Quando chegou a hora de fazer o trabalho, já tinha uma boa ideia do que queria fazer.”

Para o TCC, foram dez meses de trabalho: Carolina elaborou o projeto em fevereiro e, no fim do ano, apresentou a monografia. Nesse tempo, sua principal dificuldade foi conseguir entrevistas. Um dos jornalistas que entrevistou foi Daniel Bramatti, editor do Estadão Dados e diretor da Abraji, e a experiência, segundo ela, foi “bastante proveitosa”. Em outros casos, a estudante teve que buscar as aspas nos livros. Além disso, ela completa, grande parte da bibliografia sobre o assunto estava escrita em inglês.

Carolina dá três dicas para quem está começando a pensar no Trabalho de Conclusão de Curso (TCC): primeiro, encontrar tema de seu interesse. Segundo, trabalhar com assunto sobre o qual seja fácil conseguir material bibliográfico e fazer entrevistas. “E planejamento é fundamental para não sofrer durante o processo”, brinca.

Para a jornalista, apresentar o trabalho no Congresso da Abraji “foi uma experiência muito boa”. “Nunca tive muita facilidade em falar em público, e só na faculdade a situação foi melhorando. Por isso, considero ter me apresentado no Congresso uma conquista pessoal muito importante”, conta.

Atualmente, Carolina está formada e não trabalha com jornalismo de dados, mas pretende dar continuidade ao TCC. “Quero adaptá-lo para artigos e, quem sabe em breve, dar início a um mestrado sobre o assunto”, diz.

SOBRE O AUTOR

Abraji

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

Prêmio Comunique-se 2018