Portal Comunique-se

Bolsonaro ironiza trabalho da imprensa diante da “gripezinha”

Presidente da República afirma que veículos de comunicação “espalharam a sensação de pavor” entre a população brasileira

Além de ironizar o trabalho da imprensa, dando indireta à Rede Globo e ao médico Dráuzio Varella, Jair Bolsonaro se refere mais uma vez ao coronavírus como “gripezinha”

Em meio à pandemia do novo coronavírus, que soma mais de 40 mortes no Brasil, o presidente da República exibiu depoimento em rede nacional de rádio e televisão. Em vez de levar ao ar ações de combate à Covid-19, Jair Bolsonaro preferiu ironizar o trabalho da imprensa. Indicou, por exemplo, que os veículos de comunicação ajudaram a disseminar a histeria e o pânico em todo o país.

Leia mais:

“Grande parte dos meios de comunicação foram na contramão…”, disse Jair Bolsonaro, demonstrando que ele e sua equipe de assessoria têm dificuldades com a concordância verbal. “Espalharam exatamente a sensação de pavor, tendo como carro-chefe o anúncio do grande número de vítimas na Itália. Um país com grande número de idosos e com um clima totalmente diferente do nosso”, prosseguiu o mandatário do país.

De acordo com o presidente, a cobertura do noticiário em relação ao coronavírus prejudicou o estado emocional da população em geral. “O cenário perfeito, potencializado pela mídia, para que uma verdadeira histeria se espalhasse pelo nosso país”, analisou o chefe do poder Executivo. Na sequência do depoimento, em tom irônico, ele falou que o trabalho da mídia vem mudando nos últimos dias. “Percebe-se que de ontem para hoje parte da imprensa mudou o seu editorial: pedem calma e tranquilidade. Isso é muito bom. Parabéns, imprensa brasileira”.

Indireta à Rede Globo

Apesar de pertencer ao grupo de risco do coronavírus conforme alardeado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o presidente da República, que tem 65 anos, afirmou que, caso fosse diagnosticado com a doença, “seria acometido de uma gripezinha ou resfriadinho”. Logo depois, mandou indireta à Rede Globo e ao médico Dráuzio Varella, tentando validar sua afirmação com base em vídeo divulgado pelo doutor-repórter em janeiro — sendo que o mesmo já se corrigiu. “Como bem disse aquele conhecido médico daquela conhecida [emissora de] televisão”, comentou Bolsonaro.

Assista ao vídeo:

Compartilhe
0
0

Anderson Scardoelli

Jornalista, 32 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata