COMUNICAÇÃO

Corpo de Sérgio Noronha é sepultado no Rio de Janeiro

sérgio noronha - jornalista esportivo - arnaldo cezar coelho - retiro dos artistas
(Imagem: reprodução)

Jornalista esportivo tinha 87 anos e sofria de Alzheimer. Sérgio Noronha morreu vítima de parada cardíaca. Ele estava lutando contra uma pneumonia

Há anos, o cronista morava no Retiro dos Artistas. Com problemas de saúde, ele tinha o tratamento custeado pelo amigo Arnaldo Cezar Coelho

O corpo do jornalista e comentarista esportivo Sérgio Noronha foi velado na manhã de domingo, 26, na Capela 3 da Real Grandeza, no Cemitério dos Ingleses, no Rio de Janeiro. O enterro ocorreu no mesmo local, por volta das 14h.

Sérgio Noronha morreu na sexta, 24, aos 87 anos, no Hospital Rio Laranjeiras. O jornalista esportivo foi vítima de uma parada cardíaca, após contrair uma pneumonia há 10 dias.

Leia mais:

O jornalista sofria de Alzheimer e morava no Retiro dos Artistas, em Jacarepaguá, desde novembro de 2018. Ele foi levado para o abrigo pelo amigo e ex-árbitro de futebol Arnaldo Cezar Coelho. Quando chegou ao Retiro, Sérgio Noronha já apresentava sinais de um câncer de mama, que depois evoluiu para o cérebro, com metástase.

Durante todo o período em que o jornalista esportivo esteve no Retiro dos Artistas, Arnaldo Cezar Coelho custeou o tratamento e colocou enfermeiros revezando-se na assistência ao amigo.

Pessoa sorridente

De acordo com a administradora do Retiro dois Artistas, Cida Cabral, no período em que permaneceu no local, Sérgio Noronha foi muito feliz. Ele adorava o convívio com os outros moradores, conta ela. “A questão do Alzheimer evoluiu e prejudicou aquela pessoa sorridente e alegre que todos conhecemos”, afirmou.

Ao gravar um vídeo sobre o amigo, Arnaldo Cezar Coelho disse que Sérgio Noronha foi um jornalista esportivo eficiente, honesto e exemplar. “O jornalismo esportivo perdeu um excelente profissional. E eu perdi um grande amigo”.

Em sua página nas redes sociais, o presidente do Retiro dos Artistas, Stepan Nercessian lamentou a perda do cronista esportivo. “Grande jornalista brasileiro se despediu hoje. Que Deus o receba em sua casa. Sérgio estava morando conosco no Retiro dos Artistas”.

***** ***** ***** *****

Reportagem: Douglas Corrêa
Edição: Nádia Franco

SOBRE O AUTOR

Agência Brasil

Agência pública de notícias criada em 1989, logo após a incorporação da Empresa Brasileira de Notícias (EBN) pela extinta Empresa Brasileira de Comunicação (Radiobras). Em 2007, com a criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que incorporou a Radiobras, passou a integrar o sistema público de comunicação.

COMENTAR

COMENTAR