Portal Comunique-se

USP realiza curso online para ajudar idosos na identificação de fake news

USP realiza curso online para ajudar idosos na identificação de fake news
As pessoas interessadas devem ter mais de 60 anos e conhecimento a respeito do uso de smartphone. (Imagem: Divulgação)

Pessoas com mais de 60 anos são o público-alvo do novo curso da USP. O treinamento “Fake news: reconhecimento e atitudes para fazermos a diferença” tem como objetivo promover a educação midiática desta faixa etária, apresentando atitudes e práticas que podem contribuir para reduzir a disseminação das notícias falsas por meio da internet.

Leia mais:

O curso é oferecido pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, mas poderá ter participantes de todo o país. De acordo com comunicado enviado ao Portal Comunique-se, as aulas serão ministradas em uma plataforma online e acontecerão de 2 de agosto a 3 de setembro, às terças e quintas-feiras, das 15 às 17 horas.

Para participar, é necessário ter mais de 60 anos, possuir um smartphone com sistema operacional Android 7.0 ou superior e ter acesso à internet. Além disso, é importante que a pessoa interessada tenha noções de uso do celular e consiga navegar no meio online por meio dele.

“Serão oferecidos, ainda, conhecimentos para possibilitar aos idosos adotarem novos comportamentos em diversas situações, tais como: ao utilizarem aplicativos de comunicação instantânea (Whatsapp, Signal e Telegram); ao se comunicarem por meio de redes sociais (Facebook e Instagram); ou ao acessarem plataformas como YouTube e Google Search”, destaca o material de divulgação enviado pela USP.

As vagas para o treinamento são limitadas, de modo que apenas 30 pessoas poderão participar. Os interessados em inscrever-se devem acessar o site do Sistema Apolo da USP até o dia 30 de julho. Caso o número de interessados seja maior que o de vagas, as matrículas seguirão a ordem de inscrição.

Compartilhe
1
0

Julia Renó

Jornalista, 23 anos. Natural de São José dos Campos (SP), onde vive atualmente, após temporadas em Campo Grande (MS). Formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MS) e voluntária da ONG Fraternidade sem Fronteiras, integra o time de jornalistas do Grupo Comunique-se desde julho de 2020.

Publicidade

Papo de Redação

Prêmio 2021

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata

Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata